Jornal do Cariri
Impresso
x
Acesse sua conta
Em breve.
Baixar Versão impressa
PUBLICIDADE
Rebate
Donizete Arruda
BNB entregue loteado ao Centrão

O temor do presidente Jair Bolsonaro sofrer um impeachment o fez jogar, na lata do lixo, seu discurso de combate à velha política. Se aproximou do Centrão e passou a fazer o mesmo que os governos de Lula e Dilma fizeram: entregar cargos aos políticos, em troca de apoio no Congresso Nacional. Se houver corrupção, será um detalhe a ser visto mais na frente. Desse modo, os dois mais importantes cargos federais no Ceará foram dados ao PP e ao PL: o Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs) está, agora, sob o comando do PP, que cedeu ao Avante, via o líder pepista na Câmara, deputado Artur Lira. E, nesta segunda (1º), a presidência do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) foi trocada. Saiu Romildo Rolim, entra Alexandre Cabral, sob as bênçãos do PL, do presidente Valdemar Costa Neto e do PTB, de Roberto Jefferson.

Deputados cearenses levam culpa

Quem mandará no presidente do BNB, Alexandre Cabral, neto do antigo senador cearense Fausto Cabral, serão os ex-presidiários Valdemar Costa Neto e Roberto Jefferson. Outro que será influente na nova gestão de Alexandre Cabral é o líder do PL, deputado Welington Roberto, da Paraíba. Ocorre que no Planalto, a orientação do ministro da Secretaria Geral, General Eduardo Ramos, é que os deputados do Ceará do PL, Junior Mano, e do PTB, Pedro Bezerra, sejam ouvidos na administração e possam mostrar prestígio no Estado. Junior Mano pode até querer acreditar nessa história. Já Pedro Bezerra foi mais esperto. Ouviu o pai, prefeito Arnon Bezerra, e foi logo declarando: não tenho nada a ver com a indicação do novo presidente do BNB, Alexandre Cabral. Se Alexandre Cabral não souber dizer não aos caciques nacionais do PL e PTB, que mandarão no BNB, a instituição bancária nordestina acabará nas páginas policiais. Afinal, são R$ 42 bilhões para empréstimos. E a dupla, Valdemar e Jefferson já provaram que são feras no trato dos recursos públicos.


Camilo aposta na união PT-PDT

Favorito a representar o grupo governista nas eleições deste ano em Barbalha, o pré-candidato a prefeito Guilherme Saraiva está hesitando em aceitar a tarefa. Guilherme vem se afastando das discussões, sob alegação de tarefas profissionais no combate ao coronavírus. Além disso, enfrenta resistências dentro da família, decepcionada com a política. O afastamento favoreceu ao vereador Vevé Siqueira, que se filiou ao PT do presidente Dorivan Amaro, que insiste na candidatura de Vevé. Mas, essa  defesa tem levantado uma tensão com o PDT de Geraldo Sinésio. O pedetista defende uma candidatura do partido a qualquer custo. Segundo pessoas próximas ao governador Camilo, Guilherme tem até quinta-feira para se decidir. Se aceitar ser o candidato a prefeito, a chapa deve ser Guilherme e Vevé. Isso selaria a paz entre os partidos.


Festa do Pau da Bandeira preocupa

Apesar de proibido pelo decreto de isolamento social, determinado pelo governador Camilo Santana, o hasteamento simbólico do Pau da Bandeira em Barbalha juntou centenas de pessoas nas ruas. E é o maior temor que provoque uma contaminação generalizada de covid na cidade. Clandestina, promovendo grande aglomeração, os responsáveis podem ser acionados judicialmente pela desobediência. Uma carreata se formou, juntando pessoas pelas ruas e calçadas, até as  imediações da Igreja Matriz de Barbalha. Um cortejo religioso que abriu a Festa de Santo Antônio cruzou a cidade em carreata. As imagens divulgadas nas redes sociais são provas irrefutáveis da irresponsabilidade e do risco que agora correm todos os moradores de Barbalha, e do Cariri. Foi a festa de casamento do neto do ex-vice-governador Humberto Bezerra, em Trancoso, a responsável por Fortaleza ter virado a terceira capital do Brasil no número de coronavírus.


Quem é culpado pela desobediência?


O secretário de Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, tem acompanhado diariamente os dados sobre a contaminação no Cariri. A região é a única do Estado que está sob controle. Fortaleza está estabilizada. A região Norte e a Região Metropolitana de Fortaleza têm sete municípios em lockdown. Cabe ao Ministério Público de Barbalha identificar quem foi o culpado pela promoção da aglomeração de domingo. O principal suspeito e alvo das críticas é o vereador Rildo Teles, capitão do pau. Rildo nega sua responsabilidade. Já a Prefeitura de Barbalha publicou nota oficial dizendo que não teve nada a ver com a aglomeração, com consequências imprevisíveis para o crescimento de covid tanto na cidade quanto no Cariri. O prefeito Argemiro Sampaio quer ficar longe dessa crise.


Zé Adega desafia Zé Ailton Brasil

O ex-prefeito do Crato, Zé Adega, está convencido de que será o nome do PSD na eleição deste ano. Proprietário da Rádio Princesa desafiou o prefeito Zé Ailton Brasil para uma entrevista, em tom de debate, na sua emissora, nesta segunda-feira (1º). Sem ter nada a perder, o ex-prefeito tenta polarizar a disputa. Zé Ailton aceitou o desafio e compareceu a entrevista. Falou das ações da prefeitura no Município e do enfrentamento à pandemia. Em sua rede social, Zé Ailton falou sobre a entrevista: "Recebi ataques, o que não me foi surpresa. Respondi à altura, como me é peculiar, com educação, respeito e ética.  Tenho muita tranquilidade para dialogar com quem quer que seja. Meu entendimento é de que política não se faz com ódio e sim com ações responsáveis e transparência”. Zé Adega, embora tenha lançado o desafio, não esteve presente.

Disse me disse...

Prefeito Argemiro Sampaio não pagou pelos testes de covid comprados em licitação, ganha por um petshop de Fortaleza.

Agora, fica a lição para a Comissão de Licitação de Barbalha: pedir uma cópia da foto da sede da empresa, antes de assinar o contrato. Se tivesse feito isso, Argemiro não teria passado esse constrangimento.

Avisado do problema, e com o desgaste em seu gabinete, foi logo se antecipando: não vou pagar.

Campanha eleitoral de Barbalha será uma das mais acirradas nas eleições de novembro deste ano.

Em Crato e Juazeiro, muitas reclamações sobre as barreiras sanitárias. Não estaria existindo medição de temperatura ou orientação médica.

Segundo quem precisa trafegar entre as cidades, a abordagem tem se limitado a pedir a exigência de documentação, feita por Guardas Municipais.

A subida dos casos de covid-19 em Juazeiro está causando pânico. Até o prefeito Arnon tem evitado dormir em casa para proteger sua mãe.

Arnon testou negativo para a covid-19, mas teme se contaminar pela necessidade de sair às ruas todos os dias. Responsável a decisão.

No Crato, a pergunta é onde está o pré-candidato Aloísio Brasil. Apoiador do presidente Bolsonaro. O médico se calou diante da atual situação.

Nas rodas políticas da cidade, há quem duvide se Aloísio continua pré-candidato a prefeito. Na sua base, a desculpa é que ele está trabalhando.

O radialista e pastor Naldo Granjeiro enviou comunicado a esta coluna, negando qualquer ato de desrespeito aos vereadores de Juazeiro do Norte.

Naldo Granjeiro garante ainda que, hoje, não é pré-candidato a vereador e que suas críticas não têm cunho eleitoral. Não é aqui que ele deve se justificar.


Desculpe a ignorância, o futuro do BNB sob controle da dupla Valdemar Costa Neto e Roberto Jefferson garante um  futuro de novos investimentos ao Cariri?

Camilo: respiradores em junho

Na primeira rodada dos 200 respiradores que vieram da China e foram distribuídos pelo governador Camilo Santana, o Cariri não pode ser contemplado. A razão: é a região onde a contaminação da covid está menos ativa, com menos casos registrados e com menor número de óbitos.  Por isso, Camilo justificou deixar fora do benefício da distribuição os municípios de Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Missão Velha, Mauriti, dentre outros. Entretanto, Camilo telefonou para o prefeito Arnon Bezerra e teve contato com outros do Cariri, assegurando que até o dia 15 de junho chegará mais 300 respiradores. Nesse lote, a região será prioridade. Ciente de que a hora é saber compreender as dificuldades enfrentadas pelo Ceará, o prefeito Arnon Bezerra declarou que há vagas em Juazeiro para os infectados. E se precisar, ele anuncia que irá comprar leitos de UTIs na rede privada do Crajubar, para os que necessitarem ser atendidos. Ao se comportar desse modo,  Arnon não colide com o Abolição e aguarda os respiradores de junho, junto com Zé Ailton e os outros prefeitos do Cariri, que sonham com o equipamento para salvar vidas.

Arnon continuará licitando tudo
 
Mesmo com o decreto de calamidade pública em vigência, o prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, disse, em entrevista à Rádio Plus FM Cariri, que continuará fazendo licitação. Arnon enalteceu os meios de fiscalização e disse que em Juazeiro é diferente; não vai “dar sopa para o azar”. Cobrado pela abertura da UPA da Lagoa Seca e do Hospital de Campanha, disse que tudo vai acontecer no seu tempo. A UPA deve ser entregue em breve, mas não abre mão da licitação do Hospital de Campanha. Arnon destacou que os recursos prometidos pelo Governo Federal, algo em torno de R$ 22 milhões, nem chegou e tem gente dizendo que a Prefeitura já recebeu R$ 88 milhões. Arnon disparou: “os críticos são muitos, mas as boas ideias são poucas. Prefiro ouvir às ruas, como tenho feito”.
 
Juazeiro no rumo do Governo do Estado
 
Questionado sobre as pressões para a reabertura do comércio local, o prefeito Arnon Bezerra garantiu que tudo será feito em consonância com as decisões do Governo do Estado. Defende o enfrentamento conjunto e a despolitização da pandemia. Arnon não reclamou por não ter recebido respiradores no atual momento. Avalia a sua situação como cômoda, frente aos outros municípios do Ceará, que vivem o pico com elevado número de casos de coronavírus. Arnon preferiu reclamar das Fake News, que tem atacado sua administração. Apesar de não falar nomes, Arnon citou recentes vídeos incentivando o uso da cloroquina, sem qualquer comprovação cientifica. Um recado direto ao vice-prefeito Giovanni Sampaio, que foi ao município de Floriano, no Piauí, acompanhar a experiência com o remédio em casos de Covid-19. Arnon evitou falar de política, mas garantiu que tem gente sem projeto, querendo levar vantagem com a situação de muito sofrimento no mundo.

Saída de Bender motiva lideranças

A provável desistência do pré-candidato a prefeito, Gilmar Bender, da corrida eleitoral em Juazeiro, anda estimulando outras lideranças a entrar na disputa pela Prefeitura. Sem Bender, que polarizou a última eleição com o prefeito Arnon Bezerra, a sucessão fica aberta. Pelo menos, dois grupos estão de olho. O deputado estadual Nelinho Freitas e o ex-prefeito Raimundo Macedo andam se articulando. Nelinho, através do grupo Anjo da Guarda, pertencente ao seu pai, está arrendando uma rádio em Juazeiro, que segundo informações, será usada para dar destaque a suas ações. Nelinho chegou a anunciar a sua pré-candidatura, porém acabou recuando a pedido do seu partido, o PSDB. Entre os aliados de Raimundão, há quem sonhe com uma candidatura de dentro de casa. Davi de Raimundão, que por hora ocupa uma vaga na Assembleia, é o favorito. Se decidir encarrar a campanha, Raimundão terá que romper com o governador Camilo Santana.

Raimundão ameaça deixar órfãos

Após ter desistido da sua reeleição por inviabilidade política, o ex-prefeito Raimundão ainda é avaliado como fiel da balança na disputa de Juazeiro. Além do prefeito Arnon Bezerra, o grupo liderado pelo vice-prefeito Giovanni Sampaio e o vereador Glêdson Bezerra, também sonha com o apoio do ex-prefeito. Recentemente uma composição com Glêdson, Giovanni e Dr. Santana deve ser tentada novamente. A avalição é que, com a união, a aliança poderia atrair Raimundão para indicar a vaga de vice. Quando perguntado sobre essa possibilidade, Raimundão diz apenas que quer ouvir o governador Camilo Santana. Pelo menos, na teoria, deixa transparecer fidelidade. Aliados do ex-senador Eunício Oliveira, em Juazeiro, garantem que o MDB seguirá com Camilo e se Raimundão seguir outro caminho, vai sem o partido.

Tolerância Zero adotado na Câmara


A Câmara de Juazeiro do Norte passou a adotar uma tática de tolerância zero para coibir ataques. Depois de apoiar uma série de denúncias formais contra o radialista Cícero Lúcio, pré-candidato a vereador, e o empresário Jurânio Gondim, agora é a vez do comunicador e pastor evangélico Naldo Granjeiro. O pastor, que também é pré-candidato a vereador, comanda um programa gospel e tem usado o espaço para denegrir vereadores. O primeiro vice-presidente da Câmara, vereador Capitão Vieira Neto, pediu a cópia da gravação com os ataques, para formalizar ação judicial por notícia falsa, calúnia e difamação. Vieira não descarta acionar a Justiça contra a rádio, que por sinal é acusada de funcionar de forma ilegal. O pastor radialista já tenta resolver a situação sem a necessidade de o caso ir à Justiça, mas Vieira Neto está irredutível.

Abolição deve anunciar candidato


A base governista está sob tensão com a informação de que o governador Camilo Santana vai anunciar o nome do pré-candidato a prefeito em Barbalha nos próximos dias. Quem conversou com o governador, garante que Camilo apontará o nome nos próximos dez dias. Na avaliação das lideranças do PT e PDT estão no páreo: deputado Fernando Santana, Vevé Siqueira e Guilherme Saraiva. Apesar da badalação desses nomes, há quem acredite que Camilo pode surpreender com um nome fora do “circuito político”. Internamente, o enfrentamento e as articulações ganharam força; mas, com a informação do anúncio, o tempo para conflitos pela indicação diminuiu. O deputado federal José Guimarães está sendo convencido a defender o nome do ex-prefeito Zé Leite. Quem o pressiona, contudo esquece que o ex-prefeito, além de ter a maior rejeição de Barbalha é ficha suja. Camilo não irá indicá-lo.

Disse me disse...

O PT de Juazeiro já tem o primeiro nome para levar para o processo interno de escolha de candidato. O administrador Laurivan Cruz registrou pré-candidatura a prefeito.

Laurivan garante que tem o apoio da maioria das alas petistas, mas o ex-prefeito Dr. Santana desconhece a formalização da pré-candidatura.

O pastor Francisco Fabiano está de malas prontas para sair do Pros. Acredita que poderá manter sua pré-candidatura a prefeito.

Fabiano está estimulado pela provável reabertura da janela partidária, com o adianto das eleições para 6 de dezembro. Acredita estar de volta ao páreo.


Senador Cid Gomes retornou para o Crato, ao lado da família, para passar a quarentena e concluir sua recuperação médica.

Prefeito Zé Ailton tem dedicado toda sua atenção a combater a covid no Crato. Esqueceu totalmente a sua reeleição.

                                                
O confronto que estourou na semana passada, entre o ex-presidente Lula e Ciro Gomes, ainda não teve reflexos na política do Ceará.


Lula avisou que não há mais possibilidade de acordo com os Ferreira Gomes. Ciro retrucou: que viajou para Paris, no segundo turno, nas eleições de 2018, para não se acompanhar de bandido. No caso, o petista Fernando Haddad.

Camilo Santana assiste de camarote esse conflito entre Lula e Ciro, e não dá uma única palavra. Dedica todo o seu tempo para a covid e assim escapa dessa polêmica.
Desculpe a ignorância, como terminará a relação dos FGs com o governador Camilo, após essa troca de farpas entre Lula e Ciro?

Contaminação do Cariri veio depois

Dos 29 municípios do Cariri, 27 têm casos confirmados de covid-19. Entretanto, como a contaminação na região está ocorrendo num tempo posterior ao que se verifica em Fortaleza e em outros municípios do Ceará, o pico no Cariri será mais adiante. A previsão é que o auge da contaminação em Fortaleza tenha sido adiada para primeira quinzena de junho. A se confirmar esse quadro, a situação no Cariri é que o aumento dos casos com maior pico fique para a segunda quinzena de junho, ou até mesmo a primeira quinzena de julho. Na verdade, diante de tantas desinformações mundiais sobre o coronavírus, tudo é complicado de se afirmar com precisão. O que é correto se anunciar é que o Ceará hoje se tornou o 2° estado brasileiro em número de contaminados, só perdendo parar São Paulo. E 3° em número de mortos. Uma situação desoladora. No Cariri, o prefeito de Missão Velha, Diego Feitosa, anunciou estar infectado. A pandemia não escolhe entre ricos e pobres, entre simples e poderosos. O novo coronavírus só avança.

Chegada de respiradores alivia Camilo

O governador Camilo Santana sofreu. Os atrasos no desembarque dos 700 respiradores comprados em janeiro, na China, e que não chegavam ao Ceará, estavam a tirar seu sono. Nesta segunda (18), graças a uma operação de muito risco, que incluiu a contratação de avião de carga e um plano completo de monitoramento, desembarcou no Aeroporto Pinto Martins, uma aeronave com 200 respiradores. Faltam mais 500, contudo é um alívio para a Secretaria de Saúde do Ceará, que enfrenta longas filas de pacientes por uma vaga em UTIs em todo o Estado. Arrancar esses 200 respiradores da China e trazê-los para o Ceará é uma vitória pessoal do governador Camilo. Há, hoje, um embate ideológico entre o Governo do presidente Jair Bolsonaro e a República da China. Na reunião ministerial do dia 22 de abril, que é objeto de uma investigação do Ministério Público Federal, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, acusou a China de ter provocado a covid para obter vantagens econômicas. Essas crises dificultaram a entrega dos respiradores adquiridos pelo Governo do Ceará. Camilo soube conciliar todos esses embates e, literalmente, superar todos os atropelos das disputas entre Brasil e China, para poder salvar vidas no Estado. É um momento de alívio, diante de tanta preocupação com uma pandemia que colocou o Ceará no top 3 dos estados com mais infectados no País.

Clima quente entre Argemiro e Fernando


Uma doação pessoal do prefeito Argemiro Sampaio, durante uma live do cantor Leo Magalhães, acabou gerando uma grande polêmica em Barbalha. Ao saber da generosidade, anunciada ao vivo pela produção do cantor, o deputado estadual Fernando Santana marcou uma live para comentar a doação. Fernando assumiu as críticas que se espalharam pelas redes sociais. Em postagens, articuladas pela oposição, a doação feita por Argemiro foi duramente condenada. Os comentários justificavam que a prefeitura de Barbalha gastou muito dinheiro para agradar a um cantor nacional, sem que esse benefício sequer seja obrigatoriamente destinado ao Município. Sem citar nomes, Argemiro reagiu aos ataques nas redes: qualificou como “baixaria e inoperância de quem quer IBOPE”. Acusou, ainda, o deputado Fernando Santana de pegar carona na crise do coronavírus. A briga pública entre Argemiro e Fernando Santana dá o pontapé inicial na disputa eleitoral deste ano. Sim, o TSE está mantendo o calendário das eleições.
 
Fim da trégua entre Prefeitura e Governo


O confronto entre Fernando e Argemiro acaba com a trégua pública mantida há três anos e que teve seu ponto alto quando os dois sentaram para debater questões de Barbalha, em 2019. A articulação dos vereadores Rildo Teles e Vevé Siqueira terminou. Apesar da resposta antecipada por Argemiro, assegurando que a doação aconteceu com a garantia de que os alimentos seriam destinados a uma entidade de Barbalha e que usou recursos pessoais para fazer essa benesse, Fernando manteve a live e, educadamente, chamou Argemiro de mentiroso. A resposta do vice-presidente da Assembleia Legislativa não parou por aí. Fernando Santana o acusou de pegar carona em obras do Governo do Estado articuladas por ele. Argemiro tratou o assunto como desnecessário e disse estar sendo desrespeitado pelo deputado estadual. Porém, não se calou. Partiu novamente para responder a Fernando Santana, questionado promessas não cumpridas pelo governador Camilo Santana. De ambos os lados, a troca de acusações está se avolumando nas redes sociais.
 
Gilmar Bender perde os últimos aliados

 
Isolado pela cúpula do Governo do Estado, representada pelo governador Camilo Santana e o senador Cid Gomes, o pré-candidato do PDT em Juazeiro do Norte, Gilmar Bender, deve perder os três últimos partidos que ainda estavam na sua base de apoio: Republicanos, Rede Sustentabilidade e PCdoB preparam o lançamento de uma chapa, sem Bender, para a sucessão do prefeito Arnon Bezerra. Os três partidos estavam defendendo o nome de Bender, mas a informação é que o empresário chegou ao topo da inviabilidade política. Daí anunciarão que vão abandonar o Titanic de Bender. Uma reunião com Bender e o deputado federal André Figueiredo está sendo tentada para expor a situação e mostrar possíveis números de uma pesquisa interna. Uma conversa com o vereador Glêdson Bezerra, pré-candidato pelo Podemos, não está descartada.

TSE prepara eleições bem diferentes


O novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Roberto Barroso, está convencido que nem o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, nem o da Câmara Federal, Rodrigo Maia, estão dispostos a aprovarem uma lei adiando as eleições municipais agendadas para outubro. Diante do avanço da pandemia de covid-19, o presidente Luiz Barroso admite que o processo eleitoral seja prorrogado para novembro. Mas descarta qualquer possibilidade de prorrogação dos atuais mandatos dos prefeitos e vereadores. Essa hipótese está descartada, avisou o presidente do TSE. A novidade preparada pela Justiça Eleitoral serão eleições sem comícios, sem cartazes, santinhos, caminhadas e bandeiras nas ruas de candidatos. Todas essas práticas comuns estarão vetadas para evitar aglomerações, pois até a escolha dos novos prefeitos e vereadores, nos mais de 5.500 municípios brasileiros, não terá sido inventada ainda a vacina que cura  covid. Sem vacina, todos os cuidados precisarão ser adotados. Por isso, a campanha eleitoral tradicional estará abolida.

Candidatos terão que se adequar ao novo


Meio digital será o instrumento principal para convencer o eleitor. Outra constatação: os programas de televisão e rádio voltarão a ter grande peso na definição de quem será o vencedor. Essa avaliação já é resultado de pesquisas de institutos de campanha e também de professores que examinam os reflexos do coronavírus na corrida eleitoral.



Disse me disse...


 A crise entre Fernando Santana e Argemiro Sampaio acabou servindo de gatilho para os defensores do ex-prefeito Zé Leite.
 
Eles acreditam que, por ter partido para o enfrentamento, Fernando não será o candidato. Querem a reabertura da discussão com Zé Leite.
 
O presidente petista, Dorivan Amaro, continua defendendo o nome do vereador Vevé Siqueira. Zé Leite continua com uma rejeição estratosférica.
 
Na crise do PDT de Juazeiro do Norte, as vereadoras Rita Monteiro e Aninha Teles acabaram sendo as grandes prejudicadas.
 
As parlamentares descobriram que, além da impossibilidade de um candidato majoritário, o partido tem poucos candidatos a vereador.
 
No PT, a discussão começa a ser feita na direção de uma candidatura própria. Ninguém apresentou nomes para disputa interna.
 
O ex-prefeito Dr. Santana não se manifestou sobre o processo, mas está ciente da rebeldia do presidente Ricardo Lima. Estão perto do rompimento.

 
Vice-prefeito Giovanni Sampaio se deslocou até a cidade de Floriano, onde há uma experiência vitoriosa de combate ao coronavírus.


A disposição de Giovanni, como médico, é absorver conhecimentos e trazê-los para o Cariri, onde a pandemia se espalha.

Desculpe a ignorância, o pré-candidato Gilmar Bender vai anunciar durante a pandemia do covid sua desistência para agradar o Abolição?

Vinte e oito mulheres foram mortas no Ceará em abril.

O prefeito de Barbalha, Argemiro Sampaio, foi pego de surpresa com o convite do petista Fernando Santana para conversar sobre a pauta de investimentos para o Município. Fernando sugeriu que Argemiro aceitasse uma parceria com o Governo do Estado para viabilizar obras para o Município.O prefeito de Barbalha, Argemiro Sampaio, foi pego de surpresa com o convite do petista Fernando Santana para conversar sobre a pauta de investimentos para o Município.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE