Jornal do Cariri
Irmãos FGS pressionam Camilo Santana

Era final de tarde, da última sexta (06), quando os irmãos Ciro e Cid Gomes foram ao Abolição para uma reunião fechada com o governador Camilo Santana. Eles não esperavam que vazasse o encontro. Porém, o próprio Camilo postou o téte-a-téte do poderoso trio cearense no seu gabinete. Não havia testemunhas. Ninguém presenciou a conversa e houve uma orientação para que não ficasse ninguém na ante-sala para ouvir eventuais discussões em um tom alto, que o áudio pudesse sair do gabinete. Nada poderia ser do conhecimento de ninguém, além de Camilo, Ciro e Cid Gomes. A conversa demorou. Oficialmente, trataram de interesses das eleições do Ceará e analisaram o quadro nacional com as ameaças à democracia oriundas de ataques do presidente Bolsonaro. Nenhum dos três evoluiu em revelações sobre mais nada. Preferiram se fechar.

Articulação dos FGs barra Camilo senador

O desejo dos irmãos Ciro e Cid Gomes é claro: querem que o governador Camilo Santana conclua seu mandato à frente do Abolição e comande a sua sucessão. Essa vontade foi exposta por Ciro, nas redes sociais, declarando que Camilo irá liderar o processo eleitoral no Estado. Quem pretende sair  do Governo do Estado no próximo dia 30 de março de 2022 não pode ser apresentado como o tutor do processo eleitoral do ano que vem. A frase de Ciro revela uma imposição atrás de um suposto prestígio. Camilo definirá os nomes para concorrer ao Governo e ao Senado, porque permanecerá sentado no seu cargo de governador. Fora dele, seria candidato ao Senado, e quem teria esse papel seria a vice-governador Izolda Cela, que assumiria o Governo em seu lugar. Só que os irmãos fazem força para Camilo desistir de seu projeto de senador.

Guimarães está em campanha para Senado

Houve uma novidade na política cearense nesta segunda (09). O deputado federal José Guimarães mudou de postura. Deixou de ser o candidato à reeleição e passou a assumir o papel de candidato ao Senado, na vaga que seria destinada ao governador Camilo. Guimarães se reuniu com 12 prefeitos e o superintendente da SOP, Quintino Vieira, aparentemente para debater assuntos administrativos de interesses dos municípios. A verdade é bem outra. Guimarães se apresentou como o nome do PT que irá compor a chapa em aliança com o PDT, que indicará o candidato a governador. Hoje, dois nomes são apontados como os favoritos para a dobradinha com Guimarães: o favorito, o senador Cid Gomes, ou o presidente da Assembleia, deputado Evandro Leitão. Outras alternativas, por ora estão, fora de cogitação. A composição da chapa dos FGs reserva a vaga de vice-governador para o PSD, ou para Roberto Cláudio, se a chapa a ser lançada for pura.

Duelo de Fernando e Argemiro em Barbalha

As eleições de 2022 ainda estão distantes. Está faltando mais de um ano para o eleitor ir às urnas, mas uma pesquisa de opinião foi realizada para saber como estão as avaliações dos barbalhenses sobre o governador Camilo Santana e o prefeito Guilherme Saraiva. Até aí, tudo normal. Entretanto, o que chamou atenção foi a pesquisa para confrontar o ex-prefeito Argemiro Sampaio e o deputado estadual Fernando Santana, na disputa pela Assembleia. No questionário, foi perguntado em quem os barbalhenses votariam para deputado estadual, especificando apenas o nome dos dois. Ambos anunciaram pré-candidaturas à Assembleia Legislativa e, no caso de Fernando, a reeleição. O resultado é desconhecido. Os questionamentos feitos permitiram identificar os pontos positivos e negativos das duas lideranças. A pesquisa foi feita entre os dias 1 e 2 de agosto e o resultado deve servir para avaliação interna, provavelmente do Governo Camilo.

Pedro Bezerra espera janela para deixar  PTB

O deputado federal Pedro Bezerra não vê a hora de se desfiliar do PTB do mais impetuoso bolsonarista brasileiro, o presidente nacional do partido, ex-deputado federal Roberto Jeferson. Pedro tem confrontado as orientações do partido em votações na Câmara. A última delas foi a privatização dos Correios, que o deputado foi contrário a orientação de Jeferson. Outro enfrentamento com o PTB é na questão do voto impresso. Novamente, Pedro também é contra a volta do voto impresso, e assim votará hoje no plenário da Câmara Federal. Não se intimidará e pode até ser expulso. Apesar dessa ameaça, Pedro Bezera declara estar contra a orientação da direção nacional. Afirma, ainda, estar chateado com as imposições e a falta de diálogo do partido sobre as questões nacionais. No grupo liderado pelo ex-prefeito Arnon Bezerra, o nome de Pedro Bezerra é colocado para a disputa à reeleição, apesar das derrotas sofridas no Judiciário, o que coloca em xeque sua permanência à frente do projeto de um novo mandato. Diante desse cenário, não está descartada a possibilidade de seu pai, Arnon Bezerra, ser o candidato a uma vaga na Câmara Federal.


Gabriel perto da cassação em Crato

A situação do vereador cratense, Gabriel Figueiredo, está cada vez mais complicada. O vereador tem promovido insatisfações em todas as esferas da Câmara Municipal e da sociedade. Está brigando com tudo e com todos. Durante as oitivas do seu processo na Câmara, Gabriel abandonou a sessão e foi para a delegacia registrar B.O por abuso de poder. O problema é que nenhuma das suas testemunhas confirmaram a denúncia. Na verdade, Gabriel buscou tumultuar o processo para ganhar tempo. Além disso, organizou manifestação na frente da Casa Legislativa, com a presença de crianças segurando cartazes. Esse protesto terá consequências. Gabriel deve ser intimado pelo Conselho Tutelar, que esteve no local registrando tudo. Nas redes sociais, Gabriel divulgou gastos da Câmara com publicidade, tentando colocar a população contra o Poder Legislativo. Está apelando para tudo. Gabriel está isolado e seus dias como vereador estão contados.

Luciano Basílio convidado a sair do CFC

O ex-secretário de esportes de Juazeiro do Norte, Luciano Basílio, foi, educadamente, convidado a deixar o comando de futebol do Cariri Futebol Club, o CFC. Por educação e posicionamento ético, a direção do clube não comenta a decisão. Contudo, os conflitos deixaram o ambiente interno no clube bem mais tenso. Basílio é acusado de trabalhar contra o clube em jogos do campeonato cearense da segunda divisão. Pior e mais grave, é que Basílio é acusado – é preciso uma investigação da Federação Cearense de Futebol, como também um posicionamento oficial do Cariri Futebol Clube - como principal suspeito de uma provável venda de resultados que, inclusive, teria tirado do time a possibilidade de subir para a primeira divisão. A denúncia,  até agora, não chegou aos órgãos competentes. Todavia, essa desculpa que a denúncia não foi além  para não expor o clube, não pode ser aceita pelo Ministério Público do Ceará, muito menos pelos torcedores e dirigentes do Cariri Futebol Clube. Essa história necessita ser passada a limpo, independente da imagem de Basílio estar  manchada. Na administração Arnon Bezerra, Basílio foi acusado de obrigar servidores a dividirem salários com ele, na chamada rachadinha do esporte. E as investigações não avançaram. Agora, chegou a hora de apurar todo esse escândalo.

Disse me disse...

Governador Camilo tem sido pressionado a desitir de seu projeto de ser senador, mas a pressão do seu pai, Eudoro Santana, tem falado mais alto, e por enquanto, Camilo é candidato ao Senado.

Avançaram as negociações sobre uma aliança nacional com reflexos na política do Cariri entre MDB e PSL.

Esses partidos lançarão juntos candidatos ao Planalto, provavelmente José Luiz Datena(PSL), e aos governos estaduais.

No Ceará, o candidato dessa união deve ser o deputado federal Capitão Wagner, que está se filiado ao PSL, apesar de ter convite para ingressar também no PP.

Como deve indicar o vice de Capitão Wagner, o ex-senador Eunício Oliveira convidou o empresário Gilmar Bender a ingressar no MDB.

Filiado a legenda, poderia ser vice de Wagner, representando o Cariri. Outra opção seria a esposa de Eunício, Dona Mônica, ser candidata a vice e Bender ser candidato ao Senado.

Ainda no Crato, o vereador Gabriel Figueiredo perdeu o único voto na comissão processante da Câmara; o vereador Nonato.

Gabriel qualificou Nonato de analfabeto. O advogado de Gabriel foi procurar Nonato para reverter a situação, mas já era tarde.

Na Câmara de Juazeiro, a assessoria jurídica deu sinal verde para a continuação da CPI do Lixo, mesmo com decisão contrária da Justiça.

Uma reunião de líderes está sendo marcada para definir mais quatro membros. A base do prefeito, que reclamou à Justiça, não vai comparecer.

Desculpe a ignorância, o presidente Jair Bolsonaro será recepcionado por quantos prefeitos do Cariri no evento do próximo dia 13 em Juazeiro do Norte e Crato?

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ