Jornal do Cariri
Camilo joga bruto para controlar violência

Insatisfeito com os dados da violência no Ceará, o governador Camilo Santana enquadrou os dirigentes da Segurança Pública de seu Governo. Os resultados apareceram na última semana, em Fortaleza e região metropolitana. Foram deflagradas várias operações para combater as facções que estão expulsando famílias de suas residências, nos bairros do Conjunto José Walter, Ancuri e Antonio Bezerra, dentre outros em Fortaleza e nos municípios de Caucaia, Maracanaú e Maranguape. Houve dezenas de prisões e até a morte, em tiroteio de um dos chefões de uma das organizações criminosas que comandava todo o tráfico e suas ramificações em Caucaia. O secretário de Segurança Pública, Sandro Caron, pregou aviso: agora partiremos para o interior do Estado – Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha são cidades prioritárias a receber medidas imediatas executadas pela Polícia. Caron anuncia que não parará “até dar um basta na luta contra as facções que inibe a paz de nossa gente”. A promessa do secretário Sandro Caron precisa se concretizar. Porém, é compromisso do governador Camilo dar um basta no poderio das facções. É aguardar os novos capítulos dessa complicada guerra contra a violência no Ceará.

Fernando e Guilherme defendem Glêdson

Os deputados estaduais Fernando Santana e Guilherme Landim saíram em defesa do prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra. Os dois deputados marcaram presença em eventos na Semana do Município e avaliaram o trabalho do prefeito de Juazeiro como destaque e disseram esperar que ele continue no cargo. Guilherme disse que Glêdson está fazendo o feijão com arroz bem feito, e que isso o levou ao prêmio de melhor educação do Brasil, quando foi prefeito de Brejo Santo. Fernando disse que tem uma relação de diálogo constante com Glêdson e que chegou a convidá-lo para ser candidato por um partido da base governista. Sobre a crise política em Juazeiro, Fernando criticou a política feita com picuinha, com confusão, querendo afastar as pessoas. Fernando e Guilherme se manifestaram favoráveis a absolvição de Glêdson no julgamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Ceará, respeitando a vontade das urnas.

Arnon está confiante em novas eleições

Derrotado nas urnas de novembro passado, o ex-prefeito Arnon Bezerra está em campanha para retornar ao comando da prefeitura de Juazeiro do Norte. As articulações de Arnon junto ao Tribunal Regional Eleitoral(TRE) são frenéticas. Hoje, Arnon contabiliza que vence no plenário por 6 votos a zero. Também está confiante que o recurso do prefeito Glêdson Bezerra cassado no TRE cearense, seja analisado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em Brasília ainda este ano, com novas eleições sendo convocadas para dezembro. Nos planos de Arnon, não há margem para atraso. Não há recursos protelatórios e nem medidas que inviabilizem todo o otimismo do ex-prefeito de reassumir o cargo que já exerceu antes da virada do ano. Sim, Arnon está convencido que será candidato pelo PDT, com apoio do senador Cid Gomes e também do governador Camilo Santana, que traria junto a adesão do PT. Há muitas interrogações nessa avaliação de Arnon Bezerra. O julgamento de Glêdson Bezerra, programado para julho, pode ocorrer agora só em agosto. É a primeira mudança que alteraria os planos perfeitos para resolver essa situação ainda em 2021. Arnon nada teme.

Yury tem de cumprir promessa com Júnior Mano

O empresário Yury do Paredão deve dar um balão no deputado Júnior Mano. Yury assumiu o compromisso de se filiar ao PL de Mano, mas até agora, nada. A confiança de Júnior Mano é tanta, que já cacifou Yury para falar em nome do partido em Juazeiro do Norte e começa a ficar preocupado com a demora e com o receio da traição. Yury prometeu a Júnior Mano se lançar a deputado estadual pelo partido, mas ate agora, ainda está procurando uma composição mais atraente para sua postulação. Yury ameaça não se filiar ao PL e busca outro partido, deixando Junior Mano na mão, em nome da sua viabilidade eleitoral. Além disso, Yury prometeu investir no crescimento do PL. Entretanto, como certeza mesmo, há somente a permanência da sua irmã, a vereadora Yany na legenda. Júnior Mano acredita que não existe a possibilidade de Yury não cumprir com sua palavra. O problema é a esperteza política de Yury do Paredão.

Gabriel Figueiredo tenta tomar Podemos

A crise na oposição cratense parece não ter fim. Depois de Aloísio Brasil avaliar como exagero as ações do vereador Gabriel Figueiredo no enfrentamento na Câmara, agora, Gabriel ameaça tomar o controle do Podemos das mãos do ex-aliado. Gabriel esteve com o senador Eduardo Girão para pedir o partido, mas não teve sucesso. Apesar da insistência, Girão não deu o partido; antes quer conversar com Aloísio sobre sua decisão de apoiar a vereadora Eliane Braz para a Câmara Federal. Eliane é mulher do prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor, que prometeu o PSD para ficar na base de Aloísio nas próximas eleições. Gabriel garantiu a Girão que Aloísio prepara sua filiação ao PSD, de Ednaldo Lavor. O PSD é da base do governo Camilo Santana. Já o Podemos de Eduardo Girão é da oposição e apóia a pré-candidatura do deputado federal Capitão Wagner ao Abolição.

Chapa idealizada por Ciro exclui Camilo

Ciro Gomes insiste em ser candidato ao Planalto pela quarta vez em 2022. Não empolga o eleitorado brasileiro com suas propostas, onde o forte é fazer citações de números. Nem sempre, que correspondem a realidade. Agora, dirigido pelo marqueteiro João Santana, mudou de comportamento e se tornou um contador de causos. Não convence. Parece muito mais um Rolando Lero da Escolinha do Professor Raimundo, tentando embromar a todos nós. Assim, Ciro se resume a uma liderança estadual. Mantém sua força no Ceará. E é no estado, que pretende fazer seus caprichos. Idealizou uma chapa para a corrida eleitoral do ano que vem. Seu irmão, Cid Gomes volta ao Abolição. Seu amigo, senador Tasso Jereissati é candidato à reeleição. A vaga de vice está reservada ao PT e ao deputado federal José Guimarães. Tudo resolvido na cúpula. Sem consulta as bases petistas ou sem ouvir a opinião do governador Camilo Santana, que é candidato ao Senado. Ciro decidiu que Camilo fica no Abolição até o final do mandato,no dia 31 de dezembro, para viabilizar a vitória de Cid e Tasso. Caso ele ou Lula sejam eleitos para o Planalto, Camilo será escolhido para um ministério, com o aval dos FGs. Essa montagem proposta por Ciro esbarra no PT e em Camilo. Também na vontade popular que decidirá nas urnas.

Idab não pode continuar em Juazeiro

Levantamento realizado pela prefeitura de Juazeiro do Norte concluiu que os serviços ofertados pela Organização Social (OS) Instituto Diva Alves do Brasil (Idab) são deficitários e pouco eficientes. O Idab administra o Hospital São Lucas e a UPA do Limoeiro. As conclusões da Saúde, encaminhadas ao prefeito Glêdson Bezerra, impõem a uma tomada de decisão, que está atrasada: o Idab já deveria ter tido seu contrato rompido com a prefeitura de Juazeiro. Não há mais condições para a continuidade dessa organização social na gerência desses equipamentos de saúde do Município. Multiplicam-se as irregularidades, sem que o Idab demonstre a menor intenção em corrigir as falhas e as fraudes identificadas em fiscalizações que retratam o desgoverno dessa OS no trato da saúde juazeirense. O prefeito Glêdson Bezerra, com o apoio da sociedade, deve romper imediatamente esse contrato. Não há alternativa. E realizar uma nova licitação para contratar uma OS que respeite a cidade e cuide bem da saúde.

Disse me disse…

Eunício Oliveira está determinado a derrotar a candidatura de Lorim nas eleições de Missão Velha.

Quer eleger Fitinha, do PT, pois tem se apresentado como o porta-voz de Lula no Cariri.

Alega que, como petistas tem silenciado diante dos ataques de Ciro Gomes a Lula, Eunício irá dar todas as respostas necessárias ao presidenciável do PDT.

Esse confronto promete esquentar no Cariri, região escolhida por Eunício para travar seu embate com Ciro.

Depois da cassação de David Araújo, a Câmara de Juazeiro fica na expectativa para os dois outros parlamentares próximos do mesmo destino.

Mesmo sem confirmação judicial, comentários nos corredores da Câmara de Juazeiro apontam para a ameaça ao mandato da vereadora Yany.

Em Barbalha, cada vez mais perto da cassação, os vereadores Tárcio Honorato e Dernival Tavares (Véi Dé). O caso é de candidatura fantasma.

A Procuradoria Regional Eleitoral considerou procedente a denúncia do Ministério Público contra PCdoB e PSL. Os vereadores devem ser punidos.

No Crato, o deputado estadual Rafael Branco foi recebido pelo governador Camilo Santana. Na pauta, benefícios para os municípios do Cariri.

Camilo sinalizou pavimentação, urbanização e regularização em Crato, Barbalha e Santana do Cariri.

Desculpe a ignorância, por que o prefeito de Juazeiro do Norte não deu cartão vermelho a Idab?

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ