Jornal do Cariri
Lula pressiona PT sobre eleições 2022

No jantar do presidenciável petista Lula, com caciques do MDB em Brasília, no último dia 06, na residência de Eunício Oliveira, houve um comunicado no encontro que ameaça tirar o sono do governador Camilo Santana. Numa reunião reservada, depois de horas de conversas, Lula chamou o vice-presidente nacional do PT, deputado José Guimarães, a presidente nacional Gleise Hoffmann, e seu mais próximo assessor, Luiz Dulci. Para a roda, convocou Eunício Oliveira. E resolveu apertar Guimarães. Cobrou uma avaliação sobre o futuro do PT no Ceará e  do desempenho do partido diante da omissão em defendê-lo dos ataques de Ciro Gomes. Guimarães demonstrou otimismo. Disse acreditar que o PT fará o senador Camilo Santana,  cinco deputados federais e no mínimo seis deputados estaduais. Cuidadoso com as palavras, não disse abertamente, mas deixou no ar que o destino do PT é mesmo se aliar a oligarguia Ferreira Gomes. Mas, ressaltou: estaremos livres com Camilo para pedir votos para Lula presidente. Lula fez que assentiu com a aliança PDT – PT.

Guimarães se preocupa com comportamento

O silêncio obsequioso de Lula assustou ao esperto petista José Guimarães. Notou que a sua proposta de descartar uma aliança com Eunício Oliveira para governador, garantindo um palanque próprio para a candidatura Lula no Ceará, havia desagrado ao ex-presidente. Eunício escutava e não se manifestava. Quem interferia era a presidente nacional Gleise Hoffmann. Destacou que o PT poderia romper com o PDT e lançar Eunício governador. Até frisou que detinha a informação que a deputada federal Luizianne Lins aceitaria ser vice de Eunício. Demonstrou em sua fala que não há como perdoar as atitudes “covardes” de Ciro Gomes, em colocar Lula como seu principal alvo na campanha ao Planalto em 2022. Tanto Gleise quanto Lula responsabilizam essa estratégia ao marqueteiro João Santana, hoje inimigo fidagal de Lula e do PT. Apesar dessa pressão, Guimarães resiste a romper com o PDT dos FGs.

Concessão de Guimarães para agradar Lula

Ciente que sua posição de manter a todo custo a aliança do PT com o PDT no Ceará, José Guimarães tentou fazer um gesto a Lula durante o jantar. Em alto e bom som, para que outros convidados presentes ouvissem, Guimarães que não tinha bebido nada, anunciou que a única situação para que haja um rompimento do acordo com os FGs é o PDT escolher como candidato ao Governo, o ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. “ Se o PDT indicar o Roberto Cláudio, o PT está fora do palanque”, disparou um valente Guimarães. Lula escutou e quis saber porque esse veto existe. Não houve muitas explicações sobre a raiva do PT com RC. Gu imarães apenas justificou que tanto ele quanto Luizianne Lins e também José Airton, os três políticos que controlam o PT no Ceará, não aceitam a candidatura de Roberto Cláudio sob nenhuma hipótese. Guimarães só veta RC. Já Luizianne também a opção do senador Cid Gomes. Ambos tem simpatia pelas candidaturas da futura governadora Izolda Cela, ou do atual presidente da Assembleia, Evandro Leitão. Lula então concluiu: nesse caso, se Roberto Cláudio for o candidato, o PT lança candidato ou apóia Eunício Oliveira. Guimarães balançou a cabeça.  

Dor de cabeça para FGs administrarem

O veto de José Guimarães ao ex-prefeito Roberto Cláudio cria um problema grave para os FGs e também para o governador Camilo Santana. No atual cenário, a alternativa Cid Gomes governador perdeu espaços dentro do PDT e, principalmente, junto à própria família Ferreira Gomes. Cid tem dito que prefere continuar no Senado Federal. Começou a gostar da experiência como senador. Nesse quadro, quem já está em campanha para suceder Camilo é Roberto Cláudio. Somente neste mês de outubro esteve em três municípios: Senador Pompeu, Quixadá e, na sexta (07), em Paracuru, lançou um projeto para alavancar sua candidatura no Estado: Diálogo com Roberto Cláudio. Se essas evidências não bastassem, nessa mesma sexta, RC acompanhado do presidente da Câmara de Fortaleza, vereador Antonio Henrique, visitou bairros da Capital. Tudo com cara de campanha a governador. Hoje, o candidato dos FGs e de Camilo é Roberto Cláudio. A dúvida é agora saber como o PT  e Guimarães vão resolver esse impasse com os FGs, Camilo e o PDT.

Zé Adega tem pressa de controlar MDB

Recém filiado ao MDB, o ex-prefeito do Crato, Zé Adega, avançou o sinal nas decisões internas do partido. Adega divulgou uma possível comissão provisória da Executiva cratense, mas logo foi desmentido pela cúpula do partido, que, acima de tudo, estranhou a divulgação. O documento tinha inclusive o timbre do partido, o que deixou os emedebistas irritados. O presidente estadual do partido, o ex-senador Eunício Oliveira, não decidiu com quem ficará o comando, mas a avaliação no Crato é que não ficará com Zé Adega. Entre os filiados do Crato, há uma articulação para acionar a Comissão de Ética. Apesar de bem vindo ao partido, com as bênçãos de Eunício,  Zé Adega se precipitou no anúncio de que estava controlando o MDB no Crato.

Arnon quer voltar à Câmara dos Deputados

O ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, deve mesmo ser o candidato a deputado federal pelo PDT no lugar do filho, Pedro Bezerra. Arnon está sentindo dificuldades para emplacar Pedro nas mesmas bases que o elegeram em 2018. Aliados reclamam que o deputado se distanciou desses municípios e, agora, estaria com dificuldades de pedir voto para ele se reeleger. Assim, a única maneira de manter a cadeira na Câmara Federal seria Arnon voltar a concorrer novamente a Câmara Federal. No momento, o grupo de Arnon discute se Pedro será candidato a estadual, formando dupla com o pai, ou se Arnon vai usar seu prestígio para fechar com outras dobradinhas, principalmente, no Cariri. Um desses novos nomes seria o promotor aposentado, Leitão Moura, a pedido do senador Cid Gomes.

Escritório da Semace no Crato muda de mãos

A direção do escritório regional da Secretaria de Meio Ambiente do Ceará (Semace), na região do Cariri, troca de direção. O nome para assumir é do ex-candidato a vice-prefeito de Juazeiro do Norte, Gabriel Santana, filho do ex-prefeito Manoel Santana. Gabriel foi candidato a vice na chapa do ex-prefeito Arnon Bezerra em 2020. Gabriel substituirá o ex-prefeito de Assaré, Samuel Freire, indicado pelo deputado estadual Fernando Santana. A indicação de Gabriel continua sendo de Fernando com a anuência do deputado federal, José Guimarães. Gabriel e Manoel Santana, estavam fora do governo Camilo, apesar da força eleitoral demonstrada nos últimos a nos. Gabriel disputou uma vaga para a Assembleia em 2018, ficando na suplência. Principal articulador de Fernando na região, Samuel deve ser remanejado para outro cargo no Governo. Manoel Santana deve votar na dupla Fernando e Guimarães.

Disse me disse...

A vereadora juazeirense Jaqueline Gouveia tem sido criticada depois da circulação de vídeo mostrando seu segurança agredindo um carroceiro.

O episódio negativo aconteceu no momento em que Jaqueline tenta uma audiência com Eunício Oliveira para discutir sua filiação ao MDB.

E os vereadores de Juazeiro do Norte estão sendo criticados por trocarem a sessão da Câmara pela comemoração ao dia do vereador na Assembleia.

Enquanto acontecia a comemoração em Fortaleza, em Juazeiro, a sessão era suspensa por falta de quórum. A Câmara pagou as viagens.

Em Barbalha, caiu mais uma secretária de Saúde, Sayonara Moura. O anúncio foi do próprio prefeito  Guilherme Saraiva. É a quarta a deixar o cargo.

A secretária não aguentou a pressão. Sayonara caiu atirando: a primeira-dama é quem manda e os fornecedores não recebem seus pagamentos.

Prefeito Guilherme Saraiva é bem intencionado, mas erra muito por inexperiência política.

O vereador cratense Pedro Lobo não assume mais o mandato como suplente este ano, como andou anunciando a aliados e amigos. Está sofrido com a decepção.

Quem poderia pedir licença na bancada do PT eram Elmano Freitas e Fernando Santana. Elmano está na CPI e Fernando na vice-presidência.

O sonho de Pedro Lobo fica para o próximo ano. Seu padrinho, José Guimarães, conversará com Acrísio Sena, Moisés Braz e o próprio Elmano.
Desculpe a ignorância, o deputado federal José Guimarães terá coragem mesmo de vetar a opção Roberto Cláudio para governador em 2022, dos irmãos Ciro e Cid Gomes?

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ