Jornal do Cariri
Eleição estranha

O presidente da Câmara de Nova Olinda, Antônio de Deda, surpreendeu ao renunciar ao comando da Casa, ainda em dezembro de 2021. Não expôs os motivos e se calou sobre possíveis pressões políticas que teria sofrido. Ele disse apenas que se tratava de questões pessoais. Se a renúncia foi estranha, mais ainda é a realização de nova eleição para a Mesa Diretora, que assume até o fim deste ano. O natural seria que a vice-presidente, Lurdes da Saúde, assumisse a vaga diretamente. Mas não foi bem assim. Em sessão extraordinária, dia 27, Lurdes teve que ser aclamada presidente, enquanto o vereador Vander Araújo, eleito vice-presidente, e Coni, reconduzida a secretaria, tiveram que ser votados. A votação teve duas abstenções e uma ausência, que podem revelar a verdade do processo. Claro, os outros vereadores garantem que tudo aconteceu dentro das normas do Regimento Interno da Casa. A população não se convenceu.

Base dividida
A base de oposição em Farias Brito deve marchar dividida na eleição deste ano. O ex-prefeito Zé Maria fechou apoio à candidatura do ex-prefeito de Várzea Alegre, Vanderlei Freire. Vandevelder não se manifestou sobre sua postura na eleição, mas não deve votar em Vanderlei. Terá outros compromissos. Apesar de natural em bases de oposição, aliados de Vandevelder disseram esperar que Zé Maria procurasse seu principal líder político para decidir. O apoio de Zé Maria é apenas um entre muitos que devem declarar fidelidade a Vanderlei no Cariri. Bem preparado financeiramente para a eleição, Vanderlei garante que vai dar trabalho em busca de uma vaga na Assembleia. Por enquanto, está escolhendo políticos fora do poder. É a tática do mais fácil e mais barato. A chapa de Zé Maria aos Legislativos tem ainda o nome de Nelinho Freitas para federal.

Comendo pelas beiradas
O deputado estadual Davi de Raimundão parece ter aprendido com o pai, o ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo (Raimundão). Davi está desenvolvendo a tática de fazer seus acordos sem alarde, no famoso “comer pelas beiradas”. Em Farias Brito, Davi já ganhou a simpatia do prefeito Deda, que admite a possibilidade de votar nele. Davi tem dado atenção ao gestor e articulado questões do Município junto ao Governo do Estado. O mesmo acontece em Caririaçu, onde o prefeito Edmilson Leite, tem conversado muito com Davi. Edmilson vota, prioritariamente, no deputado Guilherme Landim, mas vai ajudar Davi, dividindo parte da sua base. Para driblar a ausência do ex-prefeito de Aurora, Adailton Macedo, na sua campanha, Davi conseguiu mais da metade da base de Adailton ao seu lado, e garante que não haverá rompimentos. Habilidade é o nome!

Fogo amigo
O presidente da Câmara de Potengi, Ailton Leite, parece estar deixando a base do prefeito Edson Veriato. Fez críticas veladas a gestão e cravou: dava para ter feito mais. Ao fazer a avaliação, durante uma entrevista ao radialista Jocélio Leite, o presidente disse que entendia as limitações motivadas pela situação em que Veriato encontrou a administração, mas que espera muito mais do que foi feito pelo prefeito em 2021. A avaliação é que faltou um olhar direcionado às pessoas mais carentes. Ailton foi eleito pelo mesmo partido de Veriato, o Psol, mas negocia sua saída para o PP de Zezinho Albuquerque e, ao que parece, pode migrar para a oposição. O fogo amigo está sendo entendido como um prenúncio de candidatura a prefeito em 2024. Ailton disse que espera melhora para 2022 e que o Legislativo estará à disposição do prefeito e da população. Será?

Resposta rápida
Em resposta à grande expectativa gerada pela população e a Câmara, o prefeito de Potengi, Edson Veriato, disse ao radialista Jocélio Leite que teve um ano muito difícil, pelos inúmeros problemas que herdou da gestão anterior, mas tudo iria se resolver a partir de 2022. Apesar das críticas, o prefeito garante que abandonou o discurso de culpar a gestão passada. Para ele, é preciso avaliar o presente. Veriato disse ter aprendido muito com as articulações feitas junto a lideranças como o governador Camilo Santana e os deputados Fernando Santana (estadual) e Idilvan Alencar (federal). As cobranças são tidas como naturais porque, segundo o gestor, primeiro se trabalha para depois colher o resultado do trabalho. Mas, Veriato garante que o resultado dessas articulações virá durante este e os próximos anos, e que vai fazer o que nunca fizeram no município. É esperar o resultado!

Malas prontas
A crise entre o ex-prefeito de Campos Sales, Moésio Loiola, e o atual gestor, João Luiz, ambos do PDT, promete se estender ainda mais. Pressionado por Moésio para deixar o PDT, João Luiz encontrou lugar no PT, sob a proteção do deputado federal José Guimarães. O próprio Guimarães anunciou a filiação do atual prefeito para o dia 13, quinta-feira, depois de uma conversa com o governador Camilo Santana. A mudança deve fortalecer João Luiz, em Campos Sales, ao assumir automaticamente o PT local. João Luiz foi eleito com o apoio de Moésio, que rompeu após ter reduzido sua participação na gestão. Moésio é candidato a deputado estadual e deve fazer o primeiro embate com João Luiz, que não o apoiará na disputa estadual. João Luiz está fechado com as candidaturas à reeleição de Fernando Santana (estadual) e José Guimarães.

Enquanto isso…
… Em Porteiras, a distribuição dos valores do Fundeb tem causado muita polêmica. Os professores da rede municipal questionam a divisão, apontando que a lista com os nomes de “beneficiados” estaria incorreta em vários pontos. A denúncia é feita de acordo com um documento da Prefeitura, publicado no Portal da Transparência.

… Nas redes sociais, os professores questionam os critérios usados para definir os cálculos do rateio. Segundo alegam, profissionais temporários devem receber, em alguns casos, mais ou igual aos efetivos. Teriam, ainda, casos de pessoas com menos horas trabalhadas, recebendo mais que pessoas com mais horas. Prefeitura e Câmara já foram cientificadas.

… Já em Farias Brito, a situação é bem mais tranquila. O Município anunciou o rateio e deve pagar R$ 1,3 milhão aos professores, sem críticas à lista. O recurso proveniente dos 70% do Fundeb será destinado aos professores da educação básica que exerceram a função no ano de 2021 e será repassado para as contas no dia 12.

… Para não deixar dúvidas, a gestão do prefeito Deda Pereira disse, em documento, que o rateio foi calculado levando em consideração a jornada de trabalho, os meses trabalhados e o vencimento auferido pelos profissionais da educação básica. Será considerado como mês integral aquele trabalhado por período igual ou superior a 15 dias.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ