Jornal do Cariri
Duas conselheiras eleitas podem ser cassadas em Crato
Diplomação está agendada para 12 de janeiro
Robson Roque
18/12/23 14:00

O Ministério Público do Ceará solicitou na Justiça que duas candidatas eleitas para o Conselho Tutelar de Crato não assumam os cargos. A diplomação nos cargos está agendada para 12 de janeiro.

Vanessa Lima Santos é suspeita de injúria racial contra um menino de nove anos. Ela teria, segundo o MP, chamado a criança de “macaco”.

Já Halinne Cavalcante pode ser cassada por infração à legislação eleitoral que rege a escolha de conselheiros tutelares. Uma apoiadora dela foi flagrada com um “santinho” da candidata próximo a um local de votação.

PUBLICIDADE
PUBLI_Requerimento_ASV.pdf
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ