Jornal do Cariri
PT prepara filiação de Nelinho e candidatura em Juazeiro
Nelinho desponta como candidato da base governista em Juazeiro
Foto: Júnior Pio - Alece
Jornal do Cariri
05/12/23 0:00

O deputado federal, José Guimarães (PT), líder do governo Lula na Câmara, voltou a se manifestar sobre a sucessão eleitoral no Cariri. No sábado (02), em Fortaleza, Guimarães detalhou articulações que envolvem a eleição majoritária em Crato e Juazeiro do Norte. Foco da direção estadual do partido, Juazeiro do Norte esteve entre as pautas principais das articulações efetivadas por Guimarães. A novidade na disputa interna da base governista é a inserção oficial do nome do ex-deputado estadual Nelinho Freitas (MDB), hoje assessor especial do gabinete do governador Elmano de Freitas (PT).

Segundo Guimarães, a filiação de Nelinho ao PT é um processo já em andamento. O emedebista desponta como principal alternativa para a saída do nome do deputado estadual Fernando Santana (PT), vice-presidente da Assembleia Legislativa do Ceará (Alece), da disputa. Guimarães chegou a dizer que se Fernando não assumisse a pré-candidatura, ele mesmo o faria.

Sem indicar o recuo de Fernando Santana, Guimarães avaliou que “o esforço, no momento, é para juntar todo mundo”. Ele citou partidos como o PT, PSB, PCdoB, PV, PSD, MDB e lideranças como os deputados estaduais Davi de Raimundão (MDB) e Fernando Santana, o deputado federal Yury do Paredão (MDB), o ex-prefeito Arnon Bezerra e outros.

Ao Jornal do Cariri, Nelinho confirmou o convite do deputado José Guimarães para se filiar ao PT, mas disse que espera uma construção mais ampla, junto à base do Governo do Estado, sobre a possibilidade de candidatura. Para ele, uma filiação ao PT depende da conjuntura de consenso do grupo todo, inclusive com o seu atual partido, o MDB.

Apesar da possibilidade de ser o candidato, Nelinho avalia que o nome de Fernando Santana é mais forte, quando se fala de candidatura petista em Juazeiro. É direto, ao afirmar que seu nome estará à disposição somente em caso de desistência de Fernando. O assessor especial do gabinete de Elmano deixa claro que sua fidelidade ao grupo governista independe de quem seja o candidato.

Sobre a disputa interna no Crato, Guimarães avalia como natural a base ter três ou quatro pré-candidatos. “Não podemos perder a eleição no Crato”, disse Guimarães, justificando que a escolha do nome não pode ser a revelia do prefeito Zé Ailton Brasil (PT), do ministro Camilo Santana e do governador Elmano de Freitas.

Para finalizar, Guimarães repete que há articulações nos 29 municípios do Carir, e que a região será prioridade do partido na realização de grandes plenárias para debater as eleições municipais. No entanto, as definições só virão em abril de 2024.

Crise interna

Ainda durante a plenária do mandato do deputado federal José Guimarães, a deputada federal e pré-candidata a prefeitura de Fortaleza, Luizianne Lins, escancarou uma crise interna que se arrasta nos últimos meses. Luizianne avaliou momentos de dificuldade recente do petismo, como o impeachment da ex-presidente Dilma e a prisão do atual presidente Lula, e mandou recados ao que chamou de petistas de ocasião. Nomes, esses, que estariam ingressando no partido somente pelo contexto favorável, quando o PT detém a presidência da República e o Governo do Ceará. Apesar da avaliação da crítica estar direcionada ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Evandro Leitão (PDT), cotado para se filiar ao PT e disputar a Prefeitura de Fortaleza, vários prefeitos recém filiados, incluindo os do Cariri, se sentiram atingidos.

PUBLICIDADE
PUBLI_Requerimento_ASV.pdf
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ