Jornal do Cariri
Nova licença

Os eleitores do município de Mauriti estão, literalmente, sem entender o que acontece com o prefeito Isaac Júnior, do PT. Sucessivos pedidos de licença têm levantado várias especulações. Desde que foi eleito, Júnior ainda não sentou na cadeira de prefeito por 60 dias seguidos. Na última semana, o prefeito encaminhou mais uma licença à Câmara, o terceiro em apenas 12 meses. Segundo informações, as justificativas são por problemas de saúde, mas sem expor o problema. Natural por se tratar de questão pessoais. Politicamente, o afastamento da gestão por tanto tempo tem causado perda de espaços, hoje aproveitado pelo vice-prefeito João Paulo, também do PT. João Paulo tem governado o Município e deve permanecer por muito tempo. Há quem garanta que a possibilidade de renúncia já foi discutida com a cúpula petista, mas a ideia foi afastada, pelo menos, por enquanto. Estranho!

Mais uma decisão judicial

A prefeita de Jati, Mônica Mariano, do PSD, teve mais uma decisão judicial contrária à sua gestão. Claro, tem a opção de ignorar como fez em, pelo menos dois casos. Agora, se decidir acatar, vai comprometer significativamente os cofres da Prefeitura, já bem prejudicados pela crise e os desmandos de gestões anteriores. Motivada pelo Ministério Público do Estado, a Justiça determinou que o Município restabeleça o pagamento de um salário mínimo para servidores concursados e temporários, garantidos em lei (Nº 101/93). Desde a instituição do regime celetista, que os servidores estão recebendo o valor de R$ 678, mínimo na época da mudança. A dor de cabeça é que a decisão manda garantir todo o retroativo, incluindo férias e 13º salário dos últimos cinco anos. A prefeita reclama das gestões anteriores pelo rombo, mas terá que pagar a conta. E agora?

Nada de posse

O prefeito eleito de Barro, George Feitosa, do MDB, surpreendeu ao pedir o adiamento da posse à frente da Prefeitura. Eleito dia 5 e diplomado no dia 15, George poderia ser empossado ainda em 2021, mas preferiu deixar para 1º de janeiro de 2022. George disse ter identificado, entre outros problemas, salários atrasados e, por isso, estava querendo se diferenciar da atual gestão da prefeita interina Vanda Pereira, do PSD. Uma crítica disfarçada pela previsão de que acreditava que o problema estava prestes a ser sanado pela prefeita. Vanda deixa a Prefeitura para reassumir o comando da Câmara, como presidente. George terá uma presidente na sua oposição e, pior, após uma eleição cercada de intrigas. Vanda reassume o mandato sob o impacto da derrota e tensão recente da campanha. George diz ter boa relação com a vereadora. Será?

Denúncia grave

O pré-candidato a deputado federal, João Neto do Cartório, detonou os vereadores de oposição de Abaiara. Radialista na cidade, Neto disse em um programa que “quem compra, ele tá errado; e quem se vende, ele tá mais errado ainda”. A acusação é sobre ausência de oposição ao prefeito Afonso Tavares, do PT. Neto disse tirar o chapéu para Afonso, por ter colocado todo mundo debaixo do seu “sovaquinho”. O pré-candidato e radialista foi mais longe ao alertar para o pagamento de propina para ampliar a base aliada: “Ele tá dando o que todo mundo gosta; as notinhas azuzinhas, os peixinhos no aquário”. Os comentários aconteceram após aprovação de projeto de lei que muda o regime de trabalho dos servidores municipais; tema que tem gerado polêmica entre os servidores, gestão e sindicato. Após a eleição de 2020, a oposição tinha quatro dos nove vereadores.


Acabou o suspense

O ex-prefeito de Aurora, Adailton Macedo, tomou sua decisão e deve mesmo apoiar o advogado Juarez Saraiva. Em resposta a essa coluna, disse nas redes sociais que não estava escondendo a decisão. Apesar da base de Adailton minimizar a crise, o momento é de tensão. Os seguidos do ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo, devem buscar votos para Davi de Raimundão, na mesma base que Adailton. Historicamente, bases aliadas, a tendência é que haja ruptura no grupo. Juarez será candidato pelo mesmo MDB de Davi, o que garantiu o aval do partido sobre a decisão de Adailton. Agora chegou a hora de saber quem tem mais voto em Aurora: Raimundão ou Adailton. Do outro lado, o prefeito Marcone Tavares, do PSD, vibra com a divisão, que deve facilitar sua vida política. Marcone quer seu candidato votado do Município. Chama-se fortalecimento político.


Prestação de contas

Quem esperava um fim de ano com muitos problemas financeiros na gestão do prefeito Deda Pereira, em Farias Brito, se enganou e acabou surpreendido. Deda fez um pronunciamento de fim de ano, aproveitando para fazer uma prestação de contas da gestão que, segundo ele, acabou 2021 com saldo positivo e dinheiro em caixa para fazer investimentos em 2022. Deda disse que as economias feitas com cortes de despesas garantiram R$ 13 milhões de salto nas contas da Prefeitura. O valor deve ser inflado com mais R$ 17 milhões, já articulados junto ao Governo do Estado, emendas parlamentares e projetos do governo federal. Durante a transmissão nas redes sociais, Deda avaliou seu Município como um dos mais organizados do Ceará. Exageros à parte, Deda tem razão ressaltar a organização financeira de Farias Brito.

Enquanto isso...

... A prestação de contas feita pelo prefeito Deda Pereira, em Farias Brito, parece ter sido prevista pela bancada de oposição na Câmara. Na sessão do dia 15, a vereadora Preta, ex-primeira-dama do Município, pediu a recomposição salarial dos servidores em 2022, com base na inflamação de 2020 e 2021. Se tem dinheiro em caixa, o que não falta é em que gastar.

... Sobre as obras previstas por Deda para o próximo ano, o ex-prefeito Zé Maria reivindicou a articulação de algumas, feitas ainda em seu governo. Não abre mão da autoria. Nas redes sociais, Zé Maria, citou asfaltamento de trecho da BR-230, que liga Cariutaba a Zé de Loura. O ex-prefeito garante que o pedido está na superintendência de obras.

... A gestão do prefeito de Assaré, Libório Leite, tem chamado a atenção positivamente no cenário político do Cariri. Dono de um estilo empreendedor, Libório assumiu cortando gastos e reduzindo folha de pagamento. E a política de contenção começa a mostrar os resultados na prática em setores como saúde, educação e infraestrutura. ...

No dia 20, o prefeito Libório fez uma grande festa para entregar 14 novos ônibus para o transporte escolar do Município. Libório ajuda a construir uma tendência regional de abolir a terceirização do transporte escolar. A aquisição custou R$ 1,7 milhão dos recursos próprios, ou seja, economizados desde o início do mandato.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ