Jornal do Cariri
Impresso
x
Acesse sua conta
Em breve.
Baixar Versão impressa
Icasa cobra pagamento de R$ 52 milhões da CBF
Verdão quer acelerar processo para receber montante milionário
Foto: Antonio Josimar Segundo/ Icasa
Robson Roque
19/12 15:30

Sentindo-se prejudicado por não ter disputado o Brasileirão de 2014, graças a erro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que permitiu ao Figueirense escalar um jogador irregular na Série B de 2013. 

O time catarinense terminou a competição na quarta posição, com um ponto a mais do que o juazeirense, que terminou em quinbto, e, com isso, conquistou o acesso para a principal competição nacional.

Reclamando de prejuízos materiais e financeiros - quando poderia receber R$ 18 milhões em cotas para transmissão de jogos na Série A - o Icasa já venceu a CBF em segunda instância. 

O caso, no entanto, cabe recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF). Contudo, a direção icasiana quer que a CBF pague o montante antes de o caso chegar ao STF, como forma de forçar um acordo com a entidade máxima do futebol brasileiro, mesmo que receba um valor menor por isso.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ