Jornal do Cariri
Fotógrafa reúne memória e afeto em registros
Formada em Jornalismo pela atual Universidade Federal do Cariri, a fotógrafa passeia por diversos caminhos imagéticos.
O trabalho da fotógrafa pode ser conferido através das redes sociais - Foto: Pâmela Soares
Joaquim Júnior
02/06 8:00

Quando criança, Pâmela Soares revisitava com frequência as fotos de família e sentia uma ligação especial com as memórias. Natural de Nova Olinda, sempre fissurada por imagens e, com o apoio da mãe, a professora Célia Cardozo, tinha acesso a livros e revistas. Na adolescência, a visita de uma tia de São Paulo oportunizou o primeiro contato com uma câmera fotográfica. Hoje, 11 anos depois, ela atua profissionalmente e desenvolve projetos ligados à arte de capturar momentos. Entre eles, estão colagens aplicadas à imagem e o Cafuné Fotoafeto, que tem como proposta ser um espaço afetivo para compartilhar momentos entre amores, família e amigos.

Em 2010, Pâmela iniciou o curso de Jornalismo, na então Universidade Federal do Ceará – Campus Cariri (posteriormente Universidade Federal do Cariri). Ao concluir Jornalismo, no início de 2014, Pâmela se mudou para Fortaleza em busca de trabalho e crescimento profissional. Nesses seis anos, trilhou um caminho entre fotografia, redes sociais e assessoria de comunicação. No meio tempo, nasceu a Cafuné Fotoafeto e a dedicação à técnica de colagens aplicada à imagem. O trabalho pode ser acompanhado no Instagram @cafunefotoafeto e no @pamcariri.

Colagens são realizadas sobre fotografias feitas pela fotógrafa. - Foto: Pâmela Soares

Mais detalhes sobre o trabalho de Pâmela estão disponíveis na matéria completa da edição semanal do JC (02 a 08 de junho). Para baixar, é só clicar no ícone “IMPRESSO”, na barra superior do site.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ