Jornal do Cariri
Crajubar concentra maior índice de violência contra idosos do Cariri
Região registrou 146 denúncia no primeiro semestre de 2024
Foto: Agência Brasil
Natália Alves
09/07/24 10:00

Dados do painel da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, que faz parte do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, apontam que a região do Cariri recebeu 146 denúncias de violação aos direitos do idoso, sendo 103 nos municípios que compõem o triângulo Crajubar. Os tipos de violência mais comuns são físicas, psicológicas, patrimoniais ou sexuais.

No primeiro semestre de 2024, Juazeiro do Norte apresentou o maior número de denúncias, contabilizando 46 casos. Crato vem em seguida, com 43 casos. Barbalha apresentou 14 denúncias. As maiores vítimas têm entre 80 e 84 anos. Ainda de acordo com as estatísticas, metade das violações contra idosos são praticadas dentro do núcleo familiar, o que dificulta a denúncia.

No último dia 15 de junho, foi celebrado o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, com o objetivo de enfrentar as violências sofridas contra essa população. A delegada de Proteção ao Idoso e da Pessoa com Deficiência, Rena Gomes, pontuou a importância do olhar diferenciado para identificar as violências com pessoas idosas. “Muitas vezes, é a forma como o idoso se apresenta, se não está bem higienizado, relata problemas de saúde frequentes ou se aparenta manchas roxas pelo corpo. Deve-se observar como esse idoso está sendo cuidado, se está havendo qualquer tipo de abandono ou negligência, não só na assistência médica, mas também na alimentação. Todas essas situações são relevantes para serem denunciadas”, explicou.

PUBLICIDADE
PUBLI_Requerimento_ASV.pdf
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ