Jornal do Cariri
Impresso
x
Acesse sua conta
Em breve.
Baixar Versão impressa
Atual prefeito de Granjeiro teme ser assassinado
Luiz Márcio assumiu a Prefeitura porque era presidente da Câmara
"Não é para ninguém ter raiva de mim", disse Luiz Márcio. Foto: Reprodução - Rede Globo
Robson Roque
27/07 14:00

O vereador Luiz Márcio Pereira (PSB) revelou ao Fantástico de ontem (26) o medo de ser assassinado. Ele assumiu o cargo depois que Ticiano Tomé foi preso no curso de investigações sobre o assassinato de João Gregório Neto. João do Povo, como era conhecido, foi morto a tiros, enquanto fazia caminhada, no último 24 de dezembro.

“Ninguém é para ter raiva de mim porque eu estou lá [na Prefeitura]. Eu não tenho culpa. Só quero unir, ser um dos que tragam pais de novo ao município. Eu fiquei, um pouco [com medo]. Fazer caminhada não vou mais. De jeito nenhum”, disse Luiz Márcio.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ