Jornal do Cariri
Arthur de Zé Adega quer reforma administrativa na Prefeitura
Foto: Reprodução Facebook
Robson Roque
05/11/20 0:10

Escolhido candidato a prefeito a apenas 10 horas da convenção, Arthur Gomes de Matos (PSL) substituirá o pai dele, o ex-prefeito Zé Adega, nas eleições municipais deste ano. Suas principais propostas incluem uma reforma administrativa na Prefeitura de Crato, igualmente uma reformulação em taxas de impostos no Município e modificar a estrutura de gestão da companhia que gerencia os serviços de água e esgoto no Município. Prometendo uma campanha com propostas no lugar de ataques, ele critica a maneira pela qual o ex-prefeito Zé Adega foi retirado da disputa deste ano.

“Foi uma tristeza, no começo, por saber que meu pai foi retirado de uma forma tão antidemocrática, mas depois foi uma alegria. Tivemos a missão de resgatar alguns valores que o Crato perdeu durante algumas gestões e, missão dada, é missão cumprida. Vamos enfrentar e estamos muito otimistas”, diz Arthur que, nas urnas, será Arthur de Zé Adega, em referência ao pai. Ele promete uma campanha propositiva e rejeita ataques pessoais. “Vamos atacar erros de gestão”, argumenta. Contudo, tece críticas ao governador Camilo Santana (PT), a quem acusa de interferir na retirada de Zé Adega do pleito deste ano. “Quem deve escolher seus representantes é o povo. Não gostamos desses conchavos, acordos vindos do próprio governador que ajudamos a eleger. Esse tipo de política, outras cidades podem até comportar, mas o Crato não aceita isso, isso não combina com o nosso povo”.

Como principal proposta, ele pretende reformular a Prefeitura de Crato administrativamente. “Vai ser uma faxina geral na Prefeitura. A Prefeitura do Crato não vai ser, se eleito for, mais de uma família ou de um grupo político. A população vai ser dona da Prefeitura, dona das decisões. Vamos sentar e ver com a própria população o que a cidade está necessitando. Então, acabou a história de empreguismo porque é amigo ou família de prefeito. A prefeitura vai passar por um pente fino”, promete. Arthur cita, ainda, como projetos a construção de arenas esportivas em todos os bairros e um mercado do artesanato, localizado ao lado da imagem de Nossa Senhora de Fátima, no Bairro Barro Branco, além de um plano de moradias populares em loteamentos.

A gestão da Sociedade Anônima de Água e Esgoto do Crato (Saaec) também é alvo de críticas de Arthur. Ele relata que a companhia, assim como outros setores da máquina pública cratense, “não foi criada para trazer benefício para a sociedade, mas, sim, uma garantia de reeleição. Isso dá um custo enorme”. Uma das propostas do candidato para reduzir as despesas da Saaec é a construção de um parque de energia solar, que abasteça a necessidade de energia para o bombeamento de água. A medida, segundo Arthur, além de reduzir gastos, tem potencial de diminuir o preço da tarifa de água municipal. “Se a Saaec é uma empresa cratense, ela tem que servir ao povo do Crato. Ela não ter que explorar o nosso povo”, conclui. A reabertura de escolas, especialmente na zona rural, também é alvo do candidato. Arthur ainda defende união com os governos estadual e federal para a busca de aportes financeiros.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ