Jornal do Cariri
Impresso
x
Acesse sua conta
Em breve.
Baixar Versão impressa
Terceira dose deve ser oferecida em ordem decrescente de idade
Secretarias de Saúde aguardam normatização dos órgãos de saúde
Foto: Thiago Sousa
Joaquim Júnior
23/11 8:30

Após anúncio do Ministério da Saúde (MS) sobre terceira dose de vacinação contra covid-19 para todos brasileiros acima de 18 anos, os municípios aguardam normatização para dar sequência à imunização. No Crajubar, Juazeiro do Norte é o município com maior porcentagem da população vacinada com duas doses ou dose única do imunizante: cerca de 70%. Em seguida, Crato contabiliza em média 64%, enquanto Barbalha registra pouco mais de 44%. De acordo com o MS, o reforço deve ser oferecido cinco meses após a tomada da segunda dose. As pessoas que receberam a dose única da Janssen deverão tomar pela segunda vez, para após o período indicado, receberem o reforço. A imunização deve ser feita em ordem decrescente de idade.

Em Juazeiro, a secretária de Saúde, Francimones Rolim, conta que a terceira dose, conhecida como dose de reforço, já alcançou 10,80% da população. Idosos institucionalizados e profissionais da linha de frente foram os primeiros a receber a imunização. No final de semana, teve início à cobertura para idosos acima de 90 anos. Sobre a terceira dose para a população geral, ela explica que o Município ainda não recebeu nenhuma nota técnica para que inicie a condução dos trâmites. “Nós estamos aguardando o posicionamento do Ministério da Saúde e do Estado, para que possa montar toda logística necessária”, explica.

Milenna Alencar, secretária adjunta da Saúde em Crato, conta que, “da população acima de 60 anos e profissionais de saúde que estão com esquema de duas doses ou dose única, 28% já receberam a dose de reforço de vacina contra Covid” No Município, a vacinação com reforço continua para profissionais de saúde e idosos a partir de 60 anos, de acordo com a disponibilidade das doses. Para idosos acamados, a vacinação está sendo realizada em domicílio. Ela enfatiza que, logo as doses estando disponíveis para todo o público acima de 18 anos, o Município garantirá a operacionalização.

A Coordenação de Imunização da Secretaria de Saúde de Barbalha informou que a dose de reforço já foi concluída nos idosos institucionalizados do Município. Em relação ao reforço para os profissionais de saúde, até o momento, mais de 1.550 profissionais foram contemplados, o que corresponde a cerca de 52,4%. Sobre a dose de reforço, o município afirma que utilizará a listagem da plataforma Saúde Digital para fazer a programação da vacinação da população maior de 18 anos. “Quanto ao início, depende do recebimento de doses para este público, bem como do intervalo permitido entre a segunda dose ou dose única e a dose de reforço”.

Em nota enviada ao Jornal do Cariri, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informou “que recebeu, nesta quinta-feira, 18, Informe Técnico do Ministério da Saúde (MS) oficializando a aplicação de 3ª Dose de vacina contra a Covid-19 no público geral adulto (18 a 59 anos). Essa aplicação deverá ocorrer por faixa etária decrescente, sempre condicionada ao envio das doses pelo MS, específicas para este público. Importante ressaltar que o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19 (PNO) preconiza que somente deve receber dose de reforço ou adicional quem tomou a segunda dose em intervalo mínimo de cinco meses (150 dias)”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ