Jornal do Cariri
Sedição de Juazeiro fará parte da Cartografia de Memória do Ceará
O projeto tem como objetivo potencializar as políticas de memória e verdade do Ceará
Foto: Governo do Estado do Ceará
Juliana Sátiro
06/01/21 11:00

O episódio histórico da Sedição de Juazeiro do Norte está entre os que irão integrar o projeto de Cartografia da Memória do Ceará. A Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) juntamente com o Governo do Estado do Ceará, elaboraram o projeto a fim de potencializar as políticas de memória e verdade do Estado. O projeto irá abordar dez acontecimentos entre 1915 e 1985. 

Os temas que farão parte da cartografia já foram escolhidos, entre eles estão: os campos de concentração dos retirantes das secas, o Caldeirão da Santa Cruz do Deserto, a Passeata das Crianças no governo de Nogueira Accioly, A Revolta – Sedição de Juazeiro, a Declaração da República no Ceará, a Marcha do Pirambu, a Favela José Bastos, a Chacina de Japuara, os conflitos de terra no Sertão dos Inhamuns (1960-1970) e a Ditadura Civil-Militar no Ceará.  “Queremos mostrar como o povo cearense foi moldado por esses períodos e o quanto é importante reconhecer essas lutas”, afirmou Lúcia Alencar, articuladora regional dos direitos humanos da SPS ao contar que o objetivo é criar uma linha do tempo dos acontecimentos.

Foi aberto um edital de chamamento público, para selecionar aqueles que tiverem interesse em participar da construção da cartografia. O documento está disponibilizado no site da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) e as propostas devem ser entregues entre os dias 14 e 29 de janeiro.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ