Jornal do Cariri
Pesquisa medirá a circulação do coronavírus no Crajubar
Expectativa é de que o estudo ocorra ainda neste mês de agosto.
Robson Roque
11/08/20 0:00

Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha serão as próximas cidades a receber uma pesquisa que medirá a evolução da covid-19 nos municípios. Estudos semelhantes já foram realizados em Fortaleza, Iguatu e, desde a semana passada, em Sobral. A pesquisa deve ocorrer ainda este mês. Ela é feita por meio de exames de teste rápido, com a coleta de uma amostra de sangue e de swab nasal. O primeiro detecta a imunidade por meio da presença de anticorpos para o novo coronavírus. O segundo identifica a presença do vírus no paciente. Ambos são feitos durante visita de profissionais da saúde em localidades escolhidas aleatoriamente. 

“A pesquisa de soroprevalência é uma atividade que se faz para avaliar tanto a circulação viral atual como a imunidade. Sabemos que algumas coisas ainda não estão claras em relação à covid-19, se essa imunidade é permanente e quanto que é duradoura”, esclarece a secretária de Vigilância e Regulação da Secretaria de Saúde do Ceará, Magda Almeida. “Estamos na segunda rodada da amostra em Sobral e já fizemos uma primeira em Iguatu, onde houve uma soroprevalência bem baixa. Vamos, agora, para uma outra região ali do Cariri, que é o Crajubar, que parece ser uma região mais crítica no momento”, acrescenta Magda. 

Na quarta-feira (5), a Secretaria de Saúde do Ceará apresentou dados sobre a pesquisa realizada em Fortaleza. As estatísticas coletadas no estudo demonstraram que 13,1% da população já têm anticorpos da covid-19 na capital. Já o RT-PCR revelou que 1,1% é positivo. As informações indicam que Fortaleza ainda enfrenta uma epidemia, mas com baixa circulação viral. São detalhes como esses que devem ser descobertos depois de a pesquisa ser realizada nas três principais cidades do Cariri. As visitas nas residências ocorrerão em parceria com os municípios. 

Juazeiro do Norte fica atrás apenas de Fortaleza entre os municípios cearenses com a maior quantidade de pessoas infectadas, somando 12.666 casos, e o quarto em óbitos, com 240 mortes. Crato possui 4.315 confirmações e 67 vítimas fatais. Barbalha, por sua vez, tem 1.636 casos e 44 óbitos. Os dados foram coletados em atualização das Secretarias Municipais de Saúde de Crato e Juazeiro do Norte e, no caso de Barbalha, na plataforma IntegraSUS, já que a Secretaria de Saúde barbalhense não havia disponibilizado o boletim informativo da covid-19 até o fechamento da edição.

Mais detalhes na edição semanal do Jornal do Cariri desta semana. Baixe o PDF no botão IMPRESSO, na barra superior do site.

PUBLICIDADE
PUBLI_Requerimento_ASV.pdf
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ