Jornal do Cariri
Impresso
x
Acesse sua conta
Em breve.
Baixar Versão impressa
Operação investiga suposta fraude na Prefeitura de Granjeiro
Promotor adiantou a existência de dados aos cofres públicos
Foto de Cottonbro no Pexels
Robson Roque
22/04 14:00

O Ministério Público do Ceará (MPCE) deflagrou a operação “Mãos Limpas”, na manhã desta quinta-feira (22), na Prefeitura de Granjeiro. A ação teve como finalidade apurar supostas fraudes na compra de álcool em gel pelo Município. A operação contou com apoio da Polícia Civil e foi promovida por promotores de Justiça e pelo Grupo Especial de Combate à Corrupção (Gecoc). 

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nas cidades de Fortaleza e Juazeiro do Norte, tendo como alvos um agente público e um empresário. A denúncia indica superfaturamento na compra de três mil litros de álcool em gel e dispensa de licitação. 

A compra foi efetivada em 2020 para enfrentamento da covid-19 no município, cuja contratação de empresa teria sido direcionada ilicitamente “com montagem fraudulenta do processo, dispensa e falsidade nos atestados de recebimento dos produtos, cujo destino final deveria ser a população de Granjeiro”, como informa o órgão.

O promotor de Justiça Rafael Couto adiantou que a operação vislumbrou “sérios indícios de ilícitos contra os cofres públicos municipais”. Assim, o Poder Judiciário deverá ser acionado para responsabilizar pessoas envolvidas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ