Jornal do Cariri
Municípios estudam medidas mais rígidas para combater alta da covid
Barbalha e Juazeiro intensificam medidas contra aumento da covid
Foto: Pexels
Jornal do Cariri
25/01 0:00

As gestões de Saúde dos municípios de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha estudam medidas mais rígidas para barrar o avanço da covid-19, com a variante Ômicron na região. O aumento vertiginoso em números absolutos, principalmente em Juazeiro do Norte, onde os casos triplicaram em apenas uma semana, saltando de 713, no dia 17, para 2.291, no dia 23, estão motivando as medidas.

Barbalha foi o primeiro a anunciar medidas mais restritivas. No dia 20, uma reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, com o prefeito Guilherme Saraiva (PDT), definiu novas diretrizes no combate. Segundo dados da Secretaria, no mês de dezembro de 2021, eram apenas 14 casos confirmados de um total de 242 testes. Neste mês de janeiro, até o dia 19, foram realizados 1.343 testes, dos quais 302 foram positivos.

Entre as medidas, ficou decidida a decretação de suspensão por 15 dias do retorno das aulas presenciais na rede pública municipal. O decreto foi editado nesta segunda-feira (24) e traz, também, a exigência do passaporte sanitário ou comprovação do esquema vacinal para acessar ambientes do serviço público. A população passou a ser orientada a procurar os serviços públicos somente em casos de extrema urgência.

No dia 18, a Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte anunciou a ampliação dos pontos de testagens para três. A secretária Francimones Albuquerque destaca que a ideia é evitar aglomerações na Unidade Sentinela, que tem recebido muitos casos de síndromes gripais, como a influenza. Francimones baixou, ainda, medida de restrições em departamentos e setores geridos pela Secretaria, onde estão proibidos o acesso a quem não comprovar o esquema vacinal. A secretária disse que está sendo preparada uma reunião do Comitê de Combate à Covid para orientar outras medidas.

No último dia 14, quando o governador Camilo Santana, anunciou o novo decreto, a Autarquia Municipal de Meio Ambiente de Juazeiro do Norte (Amaju) noticiou a intensificação na fiscalização. Segundo Eraldo Oliveira, superintendente da autarquia, o objetivo é garantir o respeito às normas de combate à covid-19, decretadas pelo Governo.

Entre as medidas no Governo, estão o adiamento das aulas para estudantes de até 11 anos; a limitação do público dos estádios a 30% da capacidade; e obrigatoriedade da máscara padrão N95 ou similar para trabalhadores de farmácias, supermercados e escolas. Ainda, segundo as normas em vigor, eventos em espaços abertos deverão ter público máximo de 500 pessoas e 250 para locais fechados. Bares e restaurantes devem exigir comprovante de vacinação aos seus clientes.

No Crato, o procurador-geral do Município, Renan Xenofonte, disse que estão sendo feitas contínuas avaliações, por meio do Comitê Municipal, e que o Município está atento as decisões do Governo do Estado, através dos decretos estaduais de enfrentamento à covid. Entre os dias 17 e 23, os casos positivos passaram de 166 para 485, mantendo a média do Crajubar, próximo de 300% de alta.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ