Jornal do Cariri
Impresso
x
Acesse sua conta
Em breve.
Baixar Versão impressa
Mostra Sesc reúne cerca de 100 grupos em programação
Artistas da programação são do Ceará
Grupos de tradição também participam da programação. Foto: Sesc
Joaquim Júnior
03/11 11:00

Considerado um dos eventos culturais mais consolidados do Nordeste, a Mostra Sesc de Culturas chega à 22a edição em 2020. Diferentemente das anteriores, a atual ocorre de forma 100% remota, devido às orientações de distanciamento social por conta da pandemia de covid-19. Até o próximo domingo (08), cerca de 100 grupos integram a programação, que engloba linguagens como teatro, dança, circo, literatura e audiovisual, em ações que vão de bate-papos e exposições a shows musicais.

Sérgio Magalhães, supervisor de Cultura do Sesc Juazeiro, conta que, inicialmente, a Mostra agregava grupos de teatro da região. “Com o passar do tempo, foi agregando outras linguagens ao festival. E aí está como a gente conhece hoje: uma programação bastante diversificada, que valoriza e fomenta a cultura e a economia do Cariri, fazendo movimentar esse caldeirão dinâmico que existe aqui na nossa região”, explica, ao citar que, desde março, com o início do período de isolamento social, o Sesc realiza programação on-line. Entre março e setembro foram realizadas mais de 930 ações online, reunindo público superior a 488 mil pessoas.

“A proposta para este ano de 2020 é justamente levar programação a partir das

plataformas virtuais”, conta Sérgio, ao destacar que o público pode conferir a programação a partir do canal do Sesc, no YouTube, e no perfil oficial da Mostra, no Instagram. Além disso, um aplicativo está disponível para download com as datas e horários das ações. Enquanto a abertura contou com a presença de Fábio Carneirinho, Luiz Fidelis, Nonato Lima e Waldonys, o encerramento será sob o comando dos cearenses Edmar Gonçalves e Bruna Ene, além da cantora Solange Almeida.

Os grupos de tradição, que normalmente integram cortejo, participarão da edição por meio de vídeos gravados especialmente para a Mostra. Neles, serão exibidas a trajetória, as particularidades e a memória dos Mestres da Cultura. Um dos destaques da programação é a visita virtual em 360º graus aos Museus Orgânicos, iniciativa do Sesc que estabelece vínculo entre o legado histórico do saber dos mestres da cultura e as moradas deles. A parceria entre o Sesc Ceará e a Fundação Casa Grande realiza programação voltada a discutir o processo de candidatura da Chapada do Araripe como Patrimônio da Humanidade, com a participação de especialistas no assunto.

Como lembra Sérgio, através das doações feitas por QR Code, as pessoas poderão contribuir com entidades

cearenses que serão beneficiadas com o recebimento de itens de alimentação. “As pessoas vão poder ajudar as milhares de instituições espalhadas pelo Ceará que o Sesc, a partir do Mesa Brasil, atende. Então é só conferir, ficar ligado na nossa programação, prestigiar e participar”, finaliza.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ