Jornal do Cariri
Menina Benigna será primeira beata do Ceará
O prefeito da Congregação para as Causas dos Santos representará o Vaticano
Foto: Diocese de Crato
Robson Roque
03/05/22 0:00

A Diocese de Crato anunciou, nesta segunda-feira (2) o próximo dia 24 de outubro como a data em que Benigna Cardoso, de Santana do Cariri, será beatificada. A data faz menção a 24 de outubro de 1941, quando Benigna, com apenas 13 anos, preferiu morrer a golpes de facão, do que ceder aos abusos sexuais de um colega de escola. O ato de coragem a tornou conhecida como “Heroína da Castidade”.

Na data escolhida, o Vaticano enviará ao Cariri o Cardeal Marcello Semeraro, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos. Em 2013, a Igreja Católica a reconheceu Benigna como Serva de Deus, o primeiro passo para que uma pessoa seja considerada santa. A etapa seguinte consiste justamente na beatificação. 

O Bispo Dom Magnus Henrique afirmou que é com sentimento de gratidão, alegria, júbilo e esperança que agradece o trabalho incansável de tantos padres e leigos no processo para beatificação de Benigna. “A serva de Deus, Benigna Cardoso da Silva, será beatificada, em uma celebração no dia 24 de outubro, data comemorativa do martírio da serva de Deus”, informou, durante coletiva de imprensa realizada no município de Crato, na tarde desta segunda-feira. Ao anteceder o anúncio, a Diocese de Crato pediu que todas as igrejas tocassem os sinos, para celebrar o momento.

Benigna será a quarta brasileira e a primeira do Ceará a ser beatificada pelo Vaticano. A devoção à Benigna cresceu nos últimos anos, atraindo milhares de fiéis para Santana do Cariri anualmente. Um santuário em sua homenagem será construído pelo Governo do Ceará, em parceria com a Diocese de Crato.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ