Jornal do Cariri
Impresso
x
Acesse sua conta
Em breve.
Baixar Versão impressa
Mãe sai em defesa do filho morto por cachorro
Mãe e o cunhado de Raimundo negam que ele tentou agredi-la
Cachorro saiu em defesa da dona no Pirajá. Foto: reprodução redes sociais
Robson Roque
08/06 13:49

Com informações do repórter Toni Sousa

Repercutiu no  Cariri a morte de Raimundo Correia dos Santos, 52 anos, atacado pelo cachorro da família na madrugada de domingo (7). Em redes sociais e aplicativos de mensagens foram muitas as informações de que o animal teria atacado depois que o homem tentava agredir a mãe, Sebastiana dos Santos, de 70 anos. Ela nega: “De jeito nenhum. Ele só bebia muito e só fazia mal ao corpo dele mesmo. Aconteceu porque ele caiu da cama e aí cachorro botou em cima”.

Nas redes sociais e aplicativos de mensagens foram muitas as mensagens que sugeriam até uma medalha para o cachorro sob o pretexto de que o homem havia tentado agredir a mãe. Maria Sebastiana também negou outras informações que circulavam, de que o cachorro partiu para o ataque quando Raimundo tentou abraçá-la. “Ele bebeu demais, se passou e caiu. Só foi isso mesmo”, disse. Quem também defendeu Raimundo foi o cunhado dele, Francisco dos Santos. 

“O Raimundo, no dia a dia, era uma pessoa prestativa, muito servidor, não era de agravar ninguém. Essa história que saiu de que ele empurrou ela, isso eu discordo. Esse comentário deve ter sido um mal-entendido na hora do alvoroço, porque ele não era de fazer isso jamais e essa já é a segunda vez que o cachorro estranha ele”, diz, ao revelar que o animal já havia mordido a orelha do homem.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ