Jornal do Cariri
Internações em baixa garantem realização de festas
Vacinação diminuiu o número de internações nos municípios
Foto: Festival Expocrato/ Divulgação
14/06/22 8:30

As gestões municipais de Crato e Juazeiro do Norte confirmam a realização do Juaforró e do Festival Expocrato. Os eventos acontecem nos meses de junho e julho, respectivamente. O Secretário de Cultura de Juazeiro, Vandinho Pereira, disse que estão sendo realizadas capacitações com barraqueiros e com o pessoal de apoio, sobre os cuidados de higiene e o uso de máscaras. Para a entrada no Parque Padre Cícero, local do evento, serão feitas barreiras itinerantes para cobrar apresentação de comprovante de vacinação.

Reuniões semanais entre as secretarias de Cultura e Saúde, com a presença do prefeito Glêdson Bezerra (Podemos), estão acontecendo para avaliar a segurança sanitária do evento. O baixo índice de internação por complicações da covid, registrado nos dois municípios, é importante para a confirmação das festas. Vandinho reitera, ainda, a importância das pessoas levarem seu passaporte vacinal para o Juaforró.

Além de reuniões com setores da saúde, Vandinho disse estar mantendo contato com o Ministério Público do Estado, em Juazeiro, para tratar do assunto e atualizar todas informações sobre os cuidados a serem tomados diante do avanço da doença. Vandinho disse que somente um decreto estadual pode cancelar o evento, que inicia neste dia 15, quarta-feira.

No Crato, o prefeito Zé Ailton Brasil (PT) reafirmou a posição de realização da Expocrato, avaliando que as internações quase inexistem no Município e que, apesar do aumento nos casos, a doença está controlada pelo avanço da vacinação. Zé Ailton observa que o cancelamento só pode ocorrer por decisão do Governo do Estado.

O prefeito cratense afirma que a equipe da Secretaria de Saúde tem feito contatos constantes com a Saúde do Estado para avaliar a situação e os riscos para a realização do evento. Garante, também, que todas as medidas de segurança estão sendo tomadas para que a festa ocorra e acredita na redução dos casos em breve. O Município deve intensificar a vacinação e fará cobrança do passaporte vacinal.

Entre os dias 30 de maio e 12 de junho, os casos de covid em Crato saltaram de 21 para 130. No mesmo período, Juazeiro saltou de 24 para 417. Apesar do aumento, até o fechamento desta edição, não havia hospitalização por causa da doença em Crato e Juazeiro tem apenas seis pacientes internados. A secretária de Saúde de Juazeiro, Francimones Rolim, credita a baixa nas hospitalizações ao avanço da vacinação.

Francimones anunciou a ampliação dos locais de vacinação, incluindo postos do PSF. A secretária foi às redes sociais e imprensa para fazer um apelo para que a população que não completou o esquema vacinal procure os locais de aplicação. Segundo Francimones, somente em Juazeiro, há cerca de 70 mil pessoas que iniciam a vacinação e que não concluíram o esquema com as doses de reforço.

Até o sábado, o Município tinha atingido 92% de pessoas com a primeira dose, 90% com segunda, mas somente 60% com a terceira. No mesmo dia, a Secretaria de Saúde realizou mutirão com meta de vacinar cinco mil pessoas. Foram realizadas cerca de 3 mil imunizações, mas a secretária garante que a campanha vai continuar.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ