Jornal do Cariri
Impresso
x
Acesse sua conta
Em breve.
Baixar Versão impressa
Icasa quer título e vaga na Copa do Brasil
Diretoria projeta o título da Taça Fares Lopes.
Foto: Antonio Josimar Segundo/ Icasa
Robson Roque
22/12 21:00

Ainda animado com o retorno à elite do futebol cearense, após o título da Série B estadual, o Verdão do Cariri tem como principal objetivo o retorno às competições nacionais. A diretoria projeta o título da Taça Fares Lopes e a conquista simbólica da primeira fase do Campeonato Cearense, torneios que dão vaga na Copa do Brasil de 2022. “Conforme a nossa classificação lá no primeiro turno, já ficamos na Série D do Campeonato Brasileiro. Então, é um avanço que vamos fazer para o próximo ano”, argumenta o presidente icasiano, Francisco Leite Bezerra (França). 

A permanência do técnico Washington Luiz e a manutenção do elenco que ganhou o título da Série B foram os primeiros passos para alcançar as metas da próxima temporada. "Do elenco, 80% a 90% dos jogadores que participaram este ano vão ficar com a gente. Estão quase todos assinados, os contratos prorrogados. Então, já é uma coisa diferenciada”, considera França. O dirigente alviverde acrescenta que tem priorizado a contratação de jogadores regionais para reforçar o plantel. “Jogadores do Ceará. Não queremos jogadores de fora, não. Vamos valorizar a nossa prata da casa, porque assim conseguimos selecionar os melhores”, diz.

Tabela favorável

Os sorteios para mandos de campo da Taça Fares Lopes e do Campeonato Cearense favoreceram o time icasiano. Dos cinco jogos da Fares Lopes, o Verdão fará apenas dois fora de casa: contra Pacajus e Ferroviário. A equipe juazeirense estreia na competição no derby contra o Campo Grande, dia 13 de janeiro, no estádio Mirandão, em Crato. A tabela do Campeonato Cearense também traz o benefício de menos viagens e, consequentemente, menos custos para a direção e cansaço aos jogadores. A equipe disputará apenas dois jogos como visitante, ambos no Cariri, contra o Barbalha e Crato.

Principal competição estadual, a Série A do Campeonato Cearense terá o mesmo formato dos últimos três anos. A fórmula foi mantida em votação entre os 10 times que duelarão pelo título. Apenas os três representantes do Cariri - Icasa, Crato e Barbalha - posicionaram-se contrários ao formato. A redução de jogos na fase final é a única diferença em relação aos anos anteriores, com a semifinal disputada em jogo único, assim como a final. O time de melhor campanha decide vaga na final e título em casa. (Colaborou Juliana Sátiro).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ