Jornal do Cariri
Homem é detido em Farias Brito por suspeita de caça ilegal
O animal caçado era um Tatu-galinha
Foto: SSPDS.
Regy Santos
24/06/24 16:26

A Polícia Militar do Ceará deteve, na manhã desta segunda-feira (24), um homem, de 24 anos, suspeito de caçar um tatu-galinha, no município de Farias Brito. A ação foi flagrada por policiais do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA).  

Os policiais realizavam fiscalização na zona rural do município, na localidade de Oiti, quando se depararam com um tatu preso em uma rede e um homem com apetrechos utilizados para caça. O homem, de 24 anos, foi capturado e conduzido para a Delegacia Regional do Crato, da Polícia Civil do Estado do Ceará , onde foi registrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por crime ambiental.  

O animal foi encaminhado para a ONG BiodiverSe, unidade especializada em tratamentos para animais silvestres e parceira da PMCE, onde passará por um período de triagem e em seguida será devolvido à natureza. 

Oque diz a Lei?  

Vale salientar que matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida tem pena de detenção de seis meses a um ano, e multa. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ