Jornal do Cariri
Especialista alerta sobre falsas promoções da Black Friday na internet
Dar preferência a sites de confiança e optar por comprar diretamente a empresa, são algumas das orientações.
Foto: Buenas Notícias
Luan Moura
24/11/20 17:00

A Black Friday, data em que os lojistas diminuem o preço dos produtos, está marcada para ocorrer na próxima sexta-feira (27), mesmo que alguns comércios já tenham anunciado promoções. Neste ano, mesmo com a pandemia da Covid-19, que implicou diretamente na economia, dados do e-commerce apontam para boas expectativas para as compras realizadas pela internet, tendo em vista o crescente número de downloads de aplicativos de compras nos últimos meses. Entretanto, especialistas alertam o consumidor a ficarem atentos às falsas promoções.

Na avaliação da advogada Letícia Emanuelle, que atua na região do Cariri, o consumidor deve começar a pesquisar os valores do produto desejado com bastante antecedência ao dia 27 de novembro, quando ocorrem as super ofertas. Ela também ressalta a importância de fazer comparações de preços em lojas diferentes, sobretudo nas virtuais. “Para evitar esse problema, o consumidor sempre deve dar preferência a sites de confiança. Comprar diretamente com a empresa que pode lhe assegurar caso venha acontecer algo. Verificar os comentários dos produtos antes da compra e saber se há possibilidade de cancelar,  também podem ajudar”, explica.

Em algumas situações, o produto não é enviado para a casa do comprador. Em outras: a mercadoria é exposta à venda, mas está em falta no estoque. O consumidor também deve desconfiar de valores muito baixos, comparados com outras empresas que dispõem do mesmo item. Além disso, quando receber a compra “o consumidor deve verificar se há algum erro, se tem defeito, porque se houver algum dano, ele deve acionar a loja para resolução desse problema". No Cariri, de acordo com a advogada, os casos mais comuns estão relacionados às publicidades enganosas, anunciadas pelos lojistas. Elas ocorrem quando o comerciante omite o preço do produto, ferindo os direitos do consumidor. Para a realização de denúncias, caso haja a violação dos direitos do consumidor, no Cariri existem órgãos como o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) e o Ministério Público, que podem ser acionados.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ