Jornal do Cariri
Impresso
x
Acesse sua conta
Em breve.
Baixar Versão impressa
Escritor de Tarrafas escreve romance ambientado no Cariri
Lançamento oficial da obra deve acontecer em breve
Foto: Arquivo do autor
Joaquim Júnior
04/05 11:00

Germá Martins viu despertar o interesse pela leitura ainda cedo. Com a mãe atuando como professora, quando ele nasceu, uma escola funcionava dentro da própria casa, no Sítio Serrote, em Tarrafas. Na época, o atual município ainda era um distrito de Assaré. Depois de completar 18 anos, Germá escreveu um texto para ser encenado pelo grupo junino da comunidade e, aos 24 anos, quando cursava Letras, na Universidade Regional do Cariri (Urca), escrevia contos. Hoje, já com alguns livros escritos, ele prepara o lançamento de “Benjamin e Açucena”, romance ambientado na sua cidade natal e em cidades do Cariri.

Inicialmente, a escrita de Germá era como um hobbie. Até que surgiu a oportunidade de participar de um Edital de Literatura da Secretaria de Cultura do Ceará (Secult) e do Edital de Cinema e Vídeo. O resultado? Venceu ambos – o que culminou com a publicação do primeiro livro de contos dele, intitulado “Que rádio é esse?”, e com a produção de um curta-metragem de mesmo nome. O livro foi um dos selecionados para compor o acervo literário do Programa Agente de Leitura do Governo do Estado do Ceará e foi distribuído para 141 municípios cearense em 2017.

Após a publicação do primeiro livro, as palavras do escritor ganharam asas. Ele passou a fazer palestras em escolas e comunidades sobre a importância da leitura literária na formação escolar dos jovens e continuou escrevendo contos e poemas. “O resultado disso foi que tive dois poemas selecionados para participar das coletâneas ‘Poesia Agora’ e ‘VIII coletânea do século XXI’, em 2018”, conta. Depois disso, participou de outras duas coletâneas da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe/CE e publicou o livro “As aventuras de Rop Porto”, através do Edital de Literatura da Secult/ CE, em parceria com o ilustrador José Domingues, conhecido por Mings. Em 2020, ficou em 5º lugar em um concurso nacional de contos para a obra “Conte-me um conto”. “Um dos momentos mais inesquecíveis para mim foi o convite para a Bienal Internacional do Livro, em Fortaleza, em 2017, momento ímpar para quem está iniciando os trabalhos de escrita literária”, comenta o escritor.

Entre as inspirações de Germá, estão o cotidiano do povo sertanejo e o desenvolvimento de temáticas voltadas a refletir sobre o amor, traição, aventura, mistério, drama, suspense e outros tantos conflitos sociais. De acordo com o autor, foi através de um sonho que nasceu o pontapé inicial para a escrita do romance “Benjamim e Açucena”. “A inspiração central para essa história é a busca incansável pela felicidade. A saga de Benjamim nos leva refletir sobre nossos sonhos e sobre as nossas persistências para conquistar o que tanto desejamos”, relata.

A história é narrada em primeira pessoa e conta a trajetória de Benjamim, um rapaz que, após sofrer acidente e perder parte da memória, encontra uma flor conhecida por Açucena e relembra um grande amor do passado. Morando no Rio de Janeiro, a decisão em voltar ao Ceará tem como premissa a procura pela mulher amada e a busca por encontrar o porquê de questionamentos. O livro, ainda inédito, foi vencedor do XII Edital de Incentivos às Artes - Literatura da Secretaria da Cultura do Ceará e será publicado com o apoio do Governo do Estado do Ceará. Ainda será definida a Editora para ser feito do processo de produção dos exemplares.

“Para o futuro, quero que Deus me dê novas inspirações para continuar escrevendo novas histórias para que eu possa contribuir com fomento da leitura literária, principalmente em nossa região”, finaliza Germá, ao citar que, atualmente, escreve um livro intitulado “A insônia dos Espinhos” e que dará continuidade ao curta-metragem produzido em 2014. “Além disso, estamos fundando o Instituto Vale dos Bastiões, que leva o nome de um dos meus contos, além de representar o nome geográfico da nossa região, que abrigará a casa cultural com exposição literária e de artesanatos do nosso Município”, conclui.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ