Jornal do Cariri
Impresso
x
Acesse sua conta
Em breve.
Baixar Versão impressa
Eleitor sem máscara não poderá votar
Eleitores e mesários com sintomas da covid-19 não devem votar
Plano de Segurança Sanitária foi lançado pelo TSE. Foto: TSE - Divulgação
Robson Roque
09/09 14:00

Eleitores só poderão ter acesso aos locais de votação, nas eleições municipais de 2020, se estiverem usando máscaras faciais. Além disso, deverão higienizar as mãos com álcool em gel antes e depois de votar. As medidas fazem parte do Plano de Segurança Sanitárias para as eleições lançado ontem (09) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Nós estamos tomando todas as precauções possíveis e razoáveis na convicção de que minimizaremos o risco de contaminação de quem quer que seja. Segurança absoluta só se não tiver eleição e ninguém sair na rua”, afirmou o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso.

O plano apresenta medidas preventivas para eleitores e mesários para o pleito de novembro - que seria em outubro e foi adiado por conta da pandemia. Os eleitores também deverão obedecer a distância de um metro entre si e, ainda, levar a própria caneta para assinar o caderno de votação. Já os mesários deverão trocar as máscaras de proteção a cada quatro horas, limpar as superfícies com álcool 70% e constantemente higienizar as mãos com álcool em gel.

O plano ainda orienta que eleitores e mesários que estiverem com sintomas da covid-19 não compareçam para votar. Depois, deverá justificar a ausência à Justiça Eleitoral, já que o voto é obrigatório no Brasil. O TRE fixará cartazes com orientações nas seções eleitorais. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ