Jornal do Cariri
Impresso
x
Acesse sua conta
Em breve.
Baixar Versão impressa
Diocese de Crato tem 5 padres infectados e um óbito
Diocese de Crato é a terceira do Ceará em número de padres infectados
Diocese de Crato contabiliza um óbito. Foto: Diocese de Crato
Robson Roque
01/08 17:00

A pandemia do novo coronavírus afetou paróquias da Diocese de Crato não somente fazendo com que elas fechassem as portas e interrompessem as atividades presenciais. 

Segundo estatísticas do Conselho Nacional de Presbíteros, 5 dos 41 padres cearenses infectados pelo novo coronavírus são da Diocese de Crato. Entre eles, existe um óbito, o do monsenhor Eusébio de Oliveira Lima. Ele atuava em Barbalha e perdeu a vida, em decorrência da covid-19, aos 91 anos. 

De acordo com o relatório, a Arquidiocese de Fortaleza concentra a maioria dos sacerdotes infectados: 18 casos confirmados e 3 óbitos. Na sequência estão Sobral, com seis casos e nenhum óbito, e a Diocese de Crato, com 4 infectados e um óbito.

As Dioceses de Iguatu e Limoeiro do Norte contabilizam 4 e 2 casos respectivamente. As Dioceses de Tianguá, Itapipoca e Quixadá confirmam um caso cada uma. Somente a Diocese de Crateús não registrou casos de covid-19 entre padres.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ