Jornal do Cariri
Decreto prorroga medidas e suspende Carnaval no Ceará
Medidas previstas no decreto de fim de ano continuam em vigor até 31/01
Anúncio foi feito após reunião semanal do Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus. Foto: Ascom Casa Civil
Joaquim Júnior
09/01/21 8:30

Diante do atual cenário de aumento de casos da covid-19, o governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou medidas para os meses de janeiro e fevereiro. A decisão, anunciada após reunião semanal do Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus, especifica que, até o próximo dia 31/1, as medidas previstas no decreto de fim de ano continuam em vigor – entre elas, estão a proibição de festas, shows e eventos sociais. Além disso, estão suspensas, em todo o Estado, festas ou eventos comemorativos de Carnaval, em ambientes abertos ou fechados, promovidos por iniciativa pública ou particular.

Ainda conforme anunciado pelo Governo do Estado, o decreto estabelece o cancelamento de ponto facultativo nos dias 15 e 16/2, segunda e terça-feira de Carnaval, como ocorria em anos anteriores; Proposição aos órgãos representativos competentes para a abertura do comércio, serviços e indústria durante os dias de carnaval. Como forma de apoio ao Setor de Eventos, um dos grandes afetados pela pandemia, equipes do Governo e PMF se reunirão na segunda-feira (11) com representantes do setor, a fim de desenvolver um Plano de Apoio, principalmente aos pequenos negócios.

“Seguimos o princípio da prudência, para tentar evitar que o Ceará adote medidas mais duras, como já vêm ocorrendo em outros Estados. Enquanto isso, continuamos trabalhando firmes para a aquisição da vacina o mais rápido possível. Nesta sexta-feira (8), conversei com o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para tratar sobre a quantidade de vacinas para o Ceará, além do cronograma para o nosso Estado. O ministro informou que até o final de janeiro poderá iniciar a vacinação para os grupos prioritários. Seguimos firmes na luta para salvar vidas e proteger os irmãos e irmãs cearenses”, finalizou o governador do Ceará, Camilo Santana.

Com informações do Governo do Estado

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ