Jornal do Cariri
Região apresenta tendência de queda consistente da covid-19
Região entra na 3ª Fase de Transição do Plano de Reabertura Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais
Diminuição no número de casos foi verificada nos municípios. Foto: Pixabay
Robson Roque e Joaquim Júnior
01/09/20 8:30

As 29 cidades caririenses ingressaram na Fase 3 do Plano de Reabertura Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais no Estado do Ceará. A etapa atual do plano inclui a ampliação do horário de funcionamento, do trabalho presencial e da capacidade de atendimento de alguns setores neste período. O avanço foi possível diante da sequente redução da quantidade de pessoas infectadas e de óbitos em decorrência da covid-19 na região. Em Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha, conurbação epicentro da pandemia no Cariri, os sinais são de melhora com redução nos indicadores, como as médias móveis de casos e de óbitos, que mostram a evolução da doença ao longo de determinado período, com o objetivo de evitar análises precipitadas.

Em Crato, as médias móveis de casos e de óbitos baixaram, comparando-se às duas últimas semanas: a média de confirmações da doença caiu de 66 para 60, e a média de óbitos 0,71 para 0,43 mortes. Em Barbalha, enquanto a média móvel de casos aumentou de 16 para 21, os óbitos caíram a ponto de a cidade não registrar morte em decorrência da covid-19 nas duas últimas semanas. Juazeiro do Norte segue um fluxo semelhante, com salto de 16 para 21 da média móvel de casos, enquanto a média móvel de mortes permanece, nas duas semanas passadas, em uma morte por dia.

Secretária de Saúde de Crato, Marina Feitosa explica que o Município estruturou uma “Sala de Situação” para analisar a evolução da doença. Composta por profissionais de áreas variadas, a equipe técnica equipara os indicadores de Crato com dados de municípios circunvizinhos, como Barbalha, Juazeiro e Farias Brito e de cidades com a maior população no Ceará. Entre os indicadores analisados estão a taxa de letalidade e as médias móveis de casos de óbitos. “Os nosso indicadores nos deixam motivados”, diz Marina, revelando acreditar ser natural o avanço do Cariri para a fase 4, ao final das duas semanas na terceira fase da reabertura econômica.

Continue lendo esta matéria, na íntegra. Ela está disponível na edição do Jornal do Cariri desta semana. Faça o download no botão "Impresso", destacado em vermelho, no canto superior direito aqui do site do JC.

PUBLICIDADE
PUBLI_Requerimento_ASV.pdf
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ