Jornal do Cariri
Impresso
x
Acesse sua conta
Em breve.
Baixar Versão impressa
Camilo condena mobilização para atos em 7 de Setembro
Governador classificou atos como "uma minoria barulhenta, violenta e inconsequente"
Fotos: Antonio Cruz/Agência Brasil e Fabiane de Paula
Robson Roque
06/09 14:00

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), condenou os atos a serem realizados neste 7 de Setembro, convocados pelo presidente Jair Bolsonaro e considerados como de raiz golpista. "Quem tenta usar o 7 de setembro para estimular o ódio, a intolerância e o desrespeito à democracia não tem amor ao nosso país. Pelo contrário. Pensa unicamente nos seus projetos autoritários de poder", considera Camilo.

Ainda segundo o governador cearense, "não será uma minoria barulhenta, violenta e inconsequente que traçará o destino da maioria absoluta de milhões de brasileiros, gente pacífica, que sonha com a volta de um Brasil mais justo e feliz. O Brasil precisa de respeito e paz". Outras figuras políticas também se manifestaram contra os atos, a exemplo de políticos de 27 países que assinaram uma carta conjunta.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ