Jornal do Cariri
Crajubar tem bons índices em exportações e importações
Os três municípios têm economia expressiva no Cariri
Foto: Ascom Ipece
Joaquim Júnior
31/05/22 11:00

Os quatro primeiros meses de 2022 registraram recorde no número de importações e exportações no Ceará. As informações são da edição do Ceará em Comex, elaborado pelo Centro Internacional de Negócios (CIN), da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC). Do Cariri, os municípios que compõem o triângulo Crajubar são os mais expressivos na economia na região.

No ano de 2021, Crato se manteve como o 30º município exportador e 39º importador do Estado. As exportações ultrapassaram US$ 3,5 milhões (dólares) e as importações foram acima de US$ 579 mil. O mel natural foi o produto mais exportado. Os Estados Unidos foram o país com maior destinação dos produtos cratenses. Em seguida, Espanha e Itália, entre outros.

Juazeiro do Norte foi o 38º município exportador no Ceará. No quesito importação, ele se manteve em 21º. As exportações contabilizaram montante superior a US$ 576 mil (dólares), enquanto as importações foram acima de US$ 4,1 milhões. O subsetor de calçados foi o principal exportador no Município. Paraguai, Bolívia e Panamá ocupam os três países que mais importaram produtos juazeirenses.

Barbalha, que completa o Crajubar junto ao Crato e a Juazeiro, foi o 35º município exportador do Estado: acima de US$ 1 milhão. Sumos de frutas ou de produtos hortícolas lideram os subsetores. Estados Unidos, Países Baixos e Canadá aparecem como principais compradores. Sobre as importações, Barbalha se manteve em 12º lugar entre os que mais importaram no Ceará, com compras acima de US$ 17,6 milhões.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ
PUBLICIDADE
RECOMENDADAS PARA VOCÊ